Encontro Brasileiro de Educação e Pedagogia Social

Data: 
07/11/2018 até 09/11/2018
Local: 
Bahia, Salvador | UNEB

A cidade de Salvador, Bahia, sediará nos dias 07, 08 e 09 de novembro de 2018 o ENCONTRO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO E PEDAGOGIA SOCIAL que corresponde ao: II Encontro Nacional dos Grupos de Pesquisa em Educação e Pedagogia Social (ENGRUPEPS), III Reunião Anual da Associação Brasileira de Educação e Pedagogia Social (III EDUSOBRASIL), II Reunião do Grupo de Pesquisa Educação Social, Currículo e Formação do Educador (II GESCFORME) e I Encontro de Educação Social da Bahia (I EDUSOBAHIA). É um evento acadêmico e científico organizado pelo Grupo de Pesquisa em Educação Social, Currículo e Formação do Educador – GESCFORME/UNEB e pela Associação Brasileira de Educação e Pedagogia Social – EDUSOBRASIL. A intenção é consolidar a área da educação social pela pesquisa e produção de conhecimentos através dos grupos de pesquisa, das associações profissionais de educadores/as sociais e  pesquisadores/as da Educação Social, Educação Popular , Educação Comunitária e Educação de Jovens e Adultos. O tema dessa edição é “A Pesquisa na relação Educação Social e EJA: uma prática de resistência em tempos de crise”, que objetiva discutir como a pesquisa em Educação Social-EJA tem sido uma prática de resistência na produção de conhecimentos engajados na emancipação dos sujeitos em vulnerabilidade social.

Inscrições de Trabalhos

Para se inscrever o participante deverá enviar em anexo para o e-mail: pedagogiasocialbaiana@gmail.com a Ficha de Inscrição preenchida e o Resumo Expandido até dia 12 de outubro de 2018.

Inscrição GRATUITA para estudantes de pedagogia, educadores sociais, Professores de Educação Básica, discentes e outros profissionais

Eixos Temáticos

  1. EDUCAÇÃO SOCIAL NO CONTEXTO DA INFÂNCIA, ADOLESCÊNCIA, JUVENTUDE E VELHICE EM VULNERABILIDADE: QUAIS AS VULNERABILIDADES INSISTENTES?
  2. EDUCAÇÃO SOCIAL, EDUCAÇÃO POPULAR E A EJA: UMA RELAÇÃO PRAXIOLÓGICA.
  3. PRÁXIS EM PEDAGOGIA SOCIAL E EDUCAÇÃO SOCIAL: SONHAR É POSSÍVEL
  4. O LUGAR DA EDUCAÇÃO SOCIAL NAS POLÍTICAS SOCIAIS: A QUEM INTERESSA?
  5. FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DO EDUCADOR SOCIAL, POPULAR E COMUNITÁRIO: PARA ALÉM DE UMA FORMAÇÃO DE NÍVEL MÉDIO.
  6. A EDUCAÇÃO EM ESPAÇOS DE RESTRIÇÃO E PRIVAÇÃO DE LIBERDADE: PARA QUÊ?
  7. QUAL O OLHAR DA EDUCAÇÃO SOCIAL: MACHISMO, MISOGINIA, FEMINICÍDIO, RACISMO, GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA E OUTRAS POPULAÇÕES DESPROTEGIDAS SOCIALMENTE.
  8. EDUCAÇÃO SOCIAL E SUAS REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO INTEGRAL E DE TEMPO INTEGRAL: É POSSÍVEL?
  9. EDUCAÇÃO EM CLASSES HOSPITALARES, EDUCAÇÃO ESPECIAL E A EDUCAÇÃO DA ANIMAÇÃO CULTURAL: RELAÇÃO DE APROXIMAÇÃO E DISTANCIAMENTO.
  10. REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE EDUCADOR/A SOCIAL: O LUTA CONTINUA, PARA QUÊ?
A ANPEd não se responsabiliza pelas informações repassadas pelos respectivos eventos, assim como por certificados, comprovantes e e outros materiais referentes a eles.