GT02 – História da Educação

Vertical Tabs

Apresentação

Clique aqui e acesse o Histórico completo em PDF.

Os Grupos de trabalho (GT) foram instituídos pela Associação nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação/Anped em 1981 (4ª Reunião Anual – Belo Horizonte) como lócus de discussão e troca de opiniões sobre resultados de pesquisas realizadas; seleção de problemas relevantes; experiências metodológicas; intercâmbio de informações bibliográficas, de estudos e trabalhos realizados (Boletim Anped, v.8, n.1, jan-mar. 1986, p.2).

O GT História da Educação nasceu por proposta de Luís Antônio Cunha em 1984, na 7ª Reunião Anual, que se realizou em Brasília. Estavam presentes os pesquisadores: Maria Marcia Leporace Farret, Zuleide Araújo Teixeira, Eva Pereira, Lucia Rocha (Brasília); Manoel de Vasconcelos Motta (Mato Grosso); Clarice Nunes, José Silvério Baia Horta (Rio de Janeiro); Ester Buffa (São Carlos/SP), a quem foi atribuída provisoriamente a coordenação. Nessa ocasião estabeleceu-se como objetivos do GT o “estudo da questão metodológica relativa à História da Educação”, que envolveria, entre outras coisas, o conhecimento das fontes existentes. O grupo pensou em uma “Bibliografia básica em História da Educação no Brasil”, como o primeiro e importante passo (Boletim Anped, v.8, n.1, jan-mar. 1986, p.18-19).

De acordo com a coordenadora Ester Buffa, em seu relato sobre o primeiro encontro (8ª Reunião/São Paulo, 1985), “ao GT de História da Educação se atribuiu a função de troca de experiências e de discussão das produções científicas de seus participantes”. O modelo adotado, nos primeiros eventos, foi a realização de painéis, com um trabalho apresentado e dois debatedores. O painel intitulado “História da educação ou educação pela história?”, que teve como expositora Eliane Marta Teixeira Lopes (UFMG), inaugurou essa sistemática e teve como debatedores Miguel G. Arroyo (UFMG) e Ester Buffa (UFSCar). Para Eliane Marta Teixeira Lopes (UFMG/MG), “em relação à organização, as dificuldades enfrentadas pelo GT é o problema de juntar pessoas que estão trabalhando com o assunto, mas enfocando-os através de temas específicos e diferentes. Uns trabalham com Ensino Superior, outros com História da Alfabetização ou com Educação e Trabalho, ou com o problema da educação nas constituições brasileiras. (...) Por outro lado, a questão histórica não deve estar ausente dos outros GTs. Nesta perspectiva, GT História da Educação pudesse reafirmar a História como solo comum em que as outras problemáticas se articulam” (Boletim Anped, v.8, n.1, jan-mar. 1986, p.18-19).

Em 1986, o GT já contava com 30 participantes e esse número aumenta gradativamente, em cada ano. Em 2013, na 36ª RA, contou com 157 participações. Seguindo a orientação geral, adota a sistemática de apresentação de trabalhos/comunicações e pôsters. De 1985 a 2013, foram apresentados 258 trabalhos e 103 pôsters (Quadro 2).

Segundo Nunes (2005, p.65), o processo de seleção dos trabalhos apresentados nas reuniões anuais foi de responsabilidade exclusiva dos coordenadores dos GTs até 1991. “Com uma quantidade limitada de trabalhos inscritos, usufruímos uma efetiva possibilidade de discussão das pesquisas apresentadas, inclusive com o convite a colegas pesquisadores não vinculados à Anped para apresentação das suas investigações de acordo com temas de interesse do grupo”. Além das reuniões anuais, os estágios de intercâmbio , patrocinados pelas agências financiadoras, também proporcionavam a discussão de temas específicos.

Em 1991, a coordenadora Clarice Nunes, no relatório da 14ª Reunião Anual, assinala que a identidade do GT, “construída paulatinamente desde a sua criação, passa, de um lado, pela discussão que trava no campo da teoria e a empiria e, de outro, pela pesquisa de fontes para a história da educação brasileira, (...) as quais contribuem decisivamente para construir e redefinir o próprio campo” (Boletim Anped, n.1-2, jan-dez. 1991, p.13).

Para Cattani & Faria Filho (2002, p. 118), “ao findar a década de 1980, o GT já estava estabelecido como lugar de produção da história da educação brasileira, ancorado por um grupo que crescia rapidamente e representava os principais programas de pós-graduação do país. (...) A diversificação temática, das fontes e dos referenciais passa a constituir uma das marcas de pesquisas postas em circulação pelo GT”. 
A partir de 1992, no âmbito da Anped é instituído o Comitê Científico para a seleção dos trabalhos e pôsters, após avaliação pelos consultores ad hoc designados pelos GTs. Inicialmente, não havia um representante por GT por indicação do próprio grupo, somente a partir dos anos 1990 passa a ser a norma (Quadro 3 e 4).

Além das apresentações, cada GT encomenda trabalhos (Quadro 5), realiza minicursos (quadro 6) e exposições temáticas (Quadro 7). 
Desde sua criação, O GT tem dado significativa contribuição para a circulação do conhecimento produzido, publicando inúmeros estudos e pesquisas, especialmente na década de 1980 e 1990 (Quadro 8). O Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação (1996) nasce no GT, tendo por tradição compor a comissão organizadora e o comitê científico nacional do evento . Também participou efetivamente na criação da Sociedade Brasileira de História da Educação, em 1999.

Carvalho (2000, p.928) considera que a criação do GT configurou-se como “uma espécie de fórum permanente de discussão das questões de história da educação” e deu oportunidade a que pesquisadores vindos de todas as regiões do país se reunissem para apresentar e discutir o resultado de suas pesquisas. “As sessões dos debates colocavam em circulação a nova produção historiográfica oriunda dos Programas de Pós-Graduação em Educação, o que fez com que o grupo de trabalho funcionasse como uma espécie de ‘caixa de ressonância’ da produção saída das universidades”. Desse modo, o grupo difunde uma nova historiografia, estendendo sua influência para vários centros de ensino e pesquisa brasileiros (Cattani & Faria Filho, 2002). 

ANEXOS

- Coordenadores e Vice-coordenadores do GT História da Educação/ANPEd (1984-2015); Dinâmica do GT História da Educação (1985 a 2013); Representantes do GT História da Educação no Comitê Científico da ANPEd; Consultores Ad Hoc do GT História da Educação; Trabalhos encomendados GT História da Educação; Minicursos ministrados no GT História da Educação; Exposições do GT História da Educação; Publicações do GT História da Educação.

Clique aqui para acessar arquivo em PDF com todos os anexos

Referências

ANPED. http://www.anped.org.br/news/memoria-anped-boletins-historicos-1979-1991.

CATANI, Denice Barbara; FARIA Fº, Luciano Mendes de (2002). Um lugar de produção e a produção de um lugar: a história e a historiografia divulgadas no GT História da Educação da ANPEd (1985-2000). Revista Brasileira de Educação, n. 19, jan/fev/mar/abr. p.113-128.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de (1995). O GT História da Educação: um breve histórico. In: ANPED. Histórico dos Grupos de Trabalho, Belo Horizonte, p. 53-56.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de, (2000). L’histoire de l’éducation au Brésil: traditions historiographiques et processos de rénovation de la discipline. Paedagogica Historica – International : Jornal of the History of Education, v. 36 nº 3, p. 909 – 933.

GONDRA, José Gonçalves (Org.) (2005). Pesquisa em História da Educação no Brasil. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

LOURO, Guacira Lopes (1992). Grupo de Trabalho de História da Educação: histórico, avaliação e perspectivas. In: ANPED. Histórico e avaliação dos grupos de trabalho. p. 1-5.

NUNES, Clarice (1991). Uma história em construção. In: ANPED. Documento de discussão de balanço de gestão (mimeo).

NUNES, Clarice (2005). Interrogando a avaliação de trabalhos de História da Educação: o inventário de uma prática. In: GONDRA, José Gonçalves (Org.) (2005). Pesquisa em História da Educação no Brasil. Rio de Janeiro: DP&A, 2005. p. 63-83.

Dados do Grupo
Coordenador:
Adriana Maria Paulo da Silva / UFPE
E-mail do Coordenador:
adrianampsilva@gmail.com
Vice-coordenador:
César Augusto Castro / UFMA
Grupos de Pesquisa

Grupos de Pesquisa GT 2

REGIÃO NORDESTE

História, Memória, Educação e Cultura
Instituição: UNEB
Coordenador(a): Luiz Carlos Jandiroba
Objetivos: Consiste em fortalecer a pesquisa educacional nas seguintes linhas: Educação Especial e Inclusão Social, Memória, Educação e Cultura. Educação, Tecnologias da Informação e Educação, Escola, Socialização e Poder. Estimular a participação dos alunos em atividades de pesquisa, promovendo discussões sobre a importância da pesquisa na formação do docente de Pedagogia mediante a oferta de Seminários e Cursos na modalidade de Temas da Educação Contemporânea como componente do currículo pleno do curso de Pedagogia, possibilitando, assim, a articulação da pesquisa com o ensino. Publicar artigos em periódicos e/ou livros e apresentar trabalhos em eventos acadêmicos como: congressos, simpósios, seminários, colóquios etc.; promovendo desse modo um vinculo com a extensão buscando a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão definida na nossa concepção de Universidade no Estatuto e Regimento geral da UNEB.
Site:

Caminhos da Educação em Alagoas
Instituição: UFAL
Coordenador(a): Maria das Graças de Loiola Madeira
Objetivos:Estudo da trajetória percorrida pela educação letrada em Alagoas, da Regência aos dias atuais, no intuito de caracterizar, de forma especial, os elementos que serviram de base à escola e à disseminação do saber letrado entre nós e, assim, fornecer explicações de natureza histórica e política para os limites do ensino que tem sido praticado em terras alagoanas.
Site:

Centro de estudos e de Documentação em Educação - CEDE
Instituição: UEFS
Coordenador(a): Antonia Almeida Silva
Objetivos: O CEDE constitui-se em um importante espaço para a investigação e a produção bibliográfica, envolvendo docentes e discentes, principalmente da Universidade Estadual de Feira de Santana. Criado através da Resolução CONSEPE 35/2001, o grupo nasceu vinculado à perspectiva de articulação do ensino à pesquisa em educação, cujos objetivos são: - Catalogar e informatizar dados; - Disponibilizar, para consultas e investigações em educação, documentos e materiais tais como: textos, impressos, periódicos, ilustrações, desenhos, obras de arte gráfica, pictórica, musical, objetos da vida familiar e social, cadernos, livros didáticos, históricos escolares, leis, regimentos escolares, decretos, portarias, pareceres, projetos governamentais, moções, entre outros materiais; - Fomentar a pesquisa e a produção de conhecimentos em educação; - Criar condições para que as práticas de pesquisa e ensino em educação se articulem ao cotidiano da vida universitária da UEFS; - Realizar intercâmbio com outros centros congêneres no país e no exterior. Hoje o CEDE além de abrigar as pesquisas desenvolvidas sob a coordenação de seus membros, disponibiliza para consulta de estudantes e pesquisadores coleções de documentos e um acervo bibliográfico. Entre as suas linhas de pesquisa então: Estado, sociedade e políticas públicas para educação; Sociedade e políticas educacionais para a infância; História, memória e políticas públicas para educação.
Site:

Cultura e Educação no Seridó Norte-Rio-Grandense
Instituição: UFRN
Coordenador(a): Eva Cristini Arruda Câmara Barros
Objetivos: A certeza de no passado ter existido em Currais Novos e regiões vizinhas uma rica e diversificada produção cultural, leva professores pesquisadores a voltarem suas vistas e interesses para essa produção. Perseguindo múltiplos caminhos e perspectivas diversas de análise, esses professores vislumbram um encontro cujo centro das discussões seja a cultura do Seridó norte-rio-grandense. Sensíveis e dispostos à reconstituição de formas variadas de expressão dessa cultura partem esses profissionais do que nela há de mais elucidativo, merecendo ser lembrado, rememorado. Nesse sentido, tem-se como tarefa desafiadora a recuperação de materiais representativos da Historia Cultural e de modos de expressão da Linguagem, prontos à investigação e análise, capazes de se constituírem em síntese e expressão da cultura do Seridó norte-rio-grandense de uma época. Para tanto, cada pesquisador organizará seus sistemas de informação, banco de dados, métodos e técnicas de estudo e pesquisa e sua aplicabilidade ao estudo da reconstituição de aspectos da cultura passada. Por sua vez, a compreensão de práticas culturais e discursos literários marcados pela suas particularidades exige o conhecimento e a capacidade de lidar ora com questões em volta da crítica literária, ora com a problemática das práticas culturais como práticas saturadas de sentido social. Como estratégia básica, tendo em vista chamar atenção para essas formas manifestas da cultura, impõe-se a preservação da mesma como meio de valorização da região, do Estado e do país.
Site: www.ufma.br

Cultura escolar, práticas curriculares e história da disseminação dos saberes escolares - CEPCHASE
Instituição: UFMA
Coordenador(a): Marileia dos Santos Cruz
Objetivos: O grupo de pesquisa Cultura escolar, práticas curriculares e história da disseminação dos saberes escolares? CEPCHASE desenvolve estudos sobre a história da educação do Maranhão e de Imperatriz, no período provincial e no período republicano, com ênfase na cultura escolar, realizando análises do ponto de vista étnico-racial, de gênero e de classe social. O Grupo de pesquisa volta-se para o desenvolvimento de atividades de estudo, pesquisa e extensão articulando a produção científica em torno de um Núcleo de Memória em História da Educação PROJETOS EM ANDAMENTO Tema: Escolas de Primeiras Letras, Grupos Escolares e Cultura Escolar: estudo histórico da disseminação dos saberes por categorias sociais, gênero e raça em §Imperatriz-Ma, no Período 1867-1950 Coordenadora Mariléia dos Santos Cruz Bolsa PIBIC (2010-2011): Alexandre Ribeiro e§FAPEMA, APP-UNIVERSAL(2010-20120 Silva- Projeto Estudo sobre as primeiras escolas primárias criadas em Imperatriz NÚCLEO DE MEMÓRIA EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE IMPERATRIZ-MA: organização e divulgação de acervo, cORDENADORA . Mariléia dos Santos Cruz FAPEMA-BEX- 2010-2011 Bolsista : Fernanda Sena Ribeiro- PROJETO- Educação Feminina em Imperatriz: Internato Santa Teresinha. Bolsista: Pâmela Daniele Cardoso da Silva dos Anjos? Projeto Estudo Sobre as Primeiras Escolas Graduadas em Imperatriz. HISTÓRIA DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO-IMPERATRIZ Coordenadores: Prof. MSc. José Batista de Oliveira Profa. Dra. Herli de Sousa Carvalho.
Site: www.ufma.br

Currículo, história e poder
Instituição: CUML
Coordenador(a): Natalina Aparecida Laguna Sicca
Objetivos: Este grupo reúne pesquisas sobre o currículo entendendo-o como uma articulação entre a prática escolar e o mundo da cultura. Prioriza os seguintes eixos temáticos: políticas curriculares e práticas escolares no ensino básico e superior; pensamento educacional; políticas públicas,formação de professores; cultura política; qualidade de ensino;financiamento da educação e gestão escolar.
Site: www.mouralacerda.edu.br

DEHSCUBRA – Educação, História e Cultura: Brasil, séculos XVI, XVII e CVIII.
Instituição: UNIMEP
Coordenador(a): Jose Maria de Paiva
Objetivos: 1. O Grupo entende que há necessidade de renovar a historiografia da educação brasileira. Neste sentido, a constituição de um grupo interinstitucional, envolvendo neste momento a Universidade Metodista de Piracicaba, a Universidade Estadual de Maringá e a Universidade Federal de São Carlos, servirá para despertar o interesse de jovens pesquisadores e estimular uma nova produção. 2. Com isto, o Grupo quer influenciar os professores de História da Educação Brasileira de nível superior na organização de seus programas, de modo que os alunos aprendam a ter sensibilidade em relação aos processos sociais, observando sua dinâmica própria. 3. Consolidando-se, o Grupo pretende promover encontros de âmbito nacional, estimulando assim os que trabalham com História da Educação Brasileira e refletir sobre seu objeto de trabalho. 4. O Grupo quer, desde já, criar uma linha de publicação que enfatize seu objeto de pesquisa, ou seja, que relacione educação, história e cultura, no intuito de atingir os pesquisadores da área e de áreas afins. 5. O Grupo teve encontros anuais desde o seu início. Em 2001, 2003 e 2005 os membros do grupo se reuniram na Unimep em Piracicaba-SP, e em 2002 e 2004, as reuniões ocorreram em Maringá-PR, na UEM.Em 2006, a sede da reunião foi a UFScar, em São Carlos-SP. Em 2007 o grupo se reuniu em São Paulo e em 2009 em Piracicaba. 7. O grupo está planejando um site para divulgação dos membros, da produção e das atividades do grupo, além de uma revista eletrônica que tenha um cunho internacional.
Site: http://www.unimep.br

Disciplinas Escolares: História, Ensino, Aprendizagem
Instituição: UFS
Coordenador(a): Eva Maria Siqueira Alves
Objetivos: O Grupo de Pesquisa Disciplinas Escolares: História, Ensino, Aprendizagem (DEHEA)tem por objetivo investigar as diferentes disciplinas escolares e acadêmicas com ênfase na história de suas configurações nos estudos secundários e superiores de Sergipe (século XIX,XX e XXI) e o processo de ensino aprendizagem desenvolvido nesses campos. Investiga-se também a história das instituições educacionais em Sergipe, os arquivos escolares e os intelectuais atuantes nas instituições educacionais e nas disciplinas, voltando ainda a atenção para as pesquisas dentro da área da Educação Matemática. Dentro dessa última linha foi desenvolvido (2006-2008) o projeto "PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO ESTADO DE SERGIPE: FORMAÇÃO, CONCEPÇÕES E PERSPECTIVAS", financiado pelo CNPq. Concluído em 2009 os projetos: "CENTRO DE EDUCAÇÃO E MEMÓRIA DO ATHENEU SERGIPENSE - CEMAS", aprovado por Edital e financiado pelo MEC/CULTURA e o projeto "A MATEMÁTICA DA ESCOLA VAI À PRAÇA", aprovado por Edital e financiado pela FAPITEC/SE/FUNTEC. O Grupo de Pesquisa conta com a participação de alunos dos cursos de Pedagogia, História e Matemática, alunos do Mestrado e Doutorado em Educação, professores das Redes Estadual e Municipal de Ensino e da UFS. Os resultados das investigações do grupo têm sido apresentados em eventos científicos, artigos em revistas e capítulos de livros.
Site:

Ditadura militar e educação na Paraíba/Brasil
Instituição: UFPB
Coordenador(a): Afonso Celso Caldeira Scocuglia
Objetivos: Afrosin (Grupo de Pesquisa Afroperspectivas, Saberes e Interseções) é um grupo de pesquisas que defende o pluralismo racial, a afirmação das diferenças, o combate do racismo através de múltiplas formas e em várias esferas, buscando contribuir para que os fenótipos de todas populações que compõem a sociedade brasileira estejam no mesmo patamar social, político, ético-moral, estético e afetivo. AFROSIN pretende através de suas cinco linhas de pesquisa incentivar, promover, desenvolver, divulgar e implementar investigações e parcerias com outros setores da sociedade com o objetivo geral de favorecer o desmantelamento das desigualdades políticas, socioeconômicas historicamente herdadas dos processos de colonização e escravização do passado através de múltiplas abordagens em favor da equidade sociorracial. Afrosin integra o Laboratório de Estudos Afrobrasileiros da UFRRJ, reúne um grupo de pessoas de várias instituições interessadas em desenvolver pesquisas nas áreas de Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas com foco na promoção positiva da diversidade etnicorracial na sociedade brasileira.
Site:

Educação, Sociedade e História
Instituição: UFPI
Coordenador(a): Maria do Amparo Borges Ferro
Objetivos: O grupo tem realizado pesquisas objetivando o resgate da história da educação no estado do Piauí. Desde inicio da década de 1990 contando com a participação de docentes e alunos do curso de Pedagogia e do Mestrado em Educação. Tem realizado estudos e pesquisas sobre a temática proposta. Como resultado foram produzidos dissertações, teses, artigos e exposições científicas. Devido a circunstâncias de aposentadoria de docentes e conclusão de mestrandos o grupo sofreu na sua composição original, ressurgindo a partir de 2001 com novos participantes.
Site: http://www.ufpi.br

Estudos e Pesquisas em Educação, História e Sociedade - GEPEHS
Instituição: UNEB
Coordenador(a):Jeronimo Jorge Cavalcante Silva
Objetivos: Propõe desenvolver estudos e pesquisas educacionais. Privilegiará investigações sobre o processo ensino-aprendizagem, bem como a história da educação, buscando a construção da qualidade em educação básica e universitária. Pesquisará também os desafios da prática cotidiana da sala de aula do ensino básico e universitário, propondo formas de intervenção para a inovação e mudança. Concentrar-se-á, também, em investigações sobre Escravidão, Grupos Sociais, Propriedade, Relações Sócio-econômicas, Coronelismo e Poder Político da região de Jacobina, Morro do Chapéu, Miguel Calmon e cidades circunvizinhas, além de desenvolver estudos sobre a cultura africana.
Site:

Formação do professor e do pesquisador
Instituição: UFS
Coordenador(a): Miguel André Berger
Objetivos: O grupo vem desenvolvendo pesquisas e incentivando os mestrandos na produção de dissertações. Apresentação dos estudos em eventos da área.
Site: http://www.ufs.br

Grupo de Estudo e Pesquisa em Estudos Regionais, História da Educação e Políticas Educacionais
Instituição: URCA
Coordenador(a): Zuleide Fernandes de Queiroz
Objetivos: O Grupo de Pesquisa em Estudos Regionais, História da Educação e Políticas Educacionais tem como objetivo geral desenvolver estudos e pesquisas sobre a problemática da região do cariri, a História da Educação e política educacional na região. De uma forma mais específica propõe-se estudar e pesquisar sobre temas regionais, a história e a política educacional na sua origem até aos momentos atuais. Para atingir tais objetivos, o GERHEPE, propõe uma linha de pesquisa integrada, inicial, com o tema: desenvolvimento regional, educação escolar, novo ordenamento legal visando discutir e criar Políticas Públicas. O GERHEPE manterá, ainda, e em permanência, estudos direcionados para a temática geral, de modo a suscitar o surgimento de novos objetos de pesquisa relacionados com essa temática geral.
Site: www.urca.br

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA CRIANÇA, INFÂNCIA E EDUCAÇÃO / GEPCIE
Instituição: UFS
Coordenador(a): Yolanda Dantas de Oliveira
Objetivos: O Grupo de Estudos e Pesquisa Criança, Infância e Educação reúne professores pesquisadores e alunos ligados a Educação, Psicologia, Sociologia e Biologia da Universidade Federal de Sergipe, vinculado ao Núcleo de Pós- Graduação em Ensino de Ciências e Matemática e ao Departamento de Educação. Pretende-se ampliar e aprofundar a pesquisa nessa área e fortalecer o debate sobre o tema nas instâncias referidas.
Site:

Grupo de Estudos e Pesquisa Trabalho, História, Educação e Desenvolvimento (GETHED)
Instituição: UVA
Coordenador(a): Kátia Regina Rodrigues Lima
Objetivos: O grupo de Estudo e Pesquisas Trabalho, História, Educação e Desenvolvimento objetiva analisar as relações existentes entre trabalho, educação, Estado e desenvolvimento por meio de investigações sobre o mundo do trabalho e suas transformações; os fundamentos sócio-históricos e filosóficos da educação; as reconfigurações do Estado e seus rebatimentos na educação, expressos nas políticas educacionais; e a discussão sobre projetos político-sociais e modelos de desenvolvimento do país. A congregação dos estudos e pesquisas do grupo tem como perspectiva a formação de recursos humanos no âmbito da graduação e pós-graduação nas áreas de Trabalho, História, Educação e Desenvolvimento bem como a produção de conhecimentos, subsídios teórico-metodológicos que possam contribuir para a reformulação e democratização das políticas públicas.
Site:

Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação e Processos Pedagógicos - GEPHEPP
Instituição: UNEB
Coordenador(a): José Roberto Gomes Rodrigues
Objetivos: O Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação e Processos Pedagógicos é constituído por dois eixos básicos de investigação: o eixo sobre a ´história da educação´, que contempla as linhas de pesquisa "história da educação na Bahia: instituições escolares e formas de escolarização" e "ensino de história da educação e história das disciplinas escolares" e o eixo dos ´estudos sobre os processos pedagógicos´ que abrange as linhas de pesquisa sobre "avaliação educacional" e "práticas, concepções e formação de professores da educação básica". Com o GEPHEPP, cria-se a possibilidade de se construir no âmbito acadêmico do Departamento de Ciências Humanas do Campus III - UNEB, condições institucionais para a produção conjunta de projetos e de estudos sobre história da educação e processos pedagógicos nas perspectiva históricas, sociológicas e educacional. No âmbito mais amplo o grupo pretende se articular com os demais campi da UNEB e a comunidade científica em geral. Desta forma estará estimulando a participação dos membros no sentido de desenvolver a produção científica e contribuir para a realização de investigações sobre temas relacionado com a história da educação no município de Juazeiro, da região do Sub-médio São Francisco e do Estado da Bahia; sobre o ensino de história da educação nos cursos de pedagogia; sobre a história das disciplinas escolares, bem como investigações sobre a escola básica nas suas diversas nuanças. Nesse sentido, cabe ressaltar que um dos objetivos maiores diz respeito à fomentação de potencial de estudos e pesquisas a serem agregados coletivamente aos participantes, no sentido da compreensão das questões em pauta, referentes aos processos e às práticas educativas do presente, do passado, bem como de políticas futuras a serem estimuladas nessa região, de forma que possa contribuir para o desenvolvimento desse campo do conhecimento científico.
Site:

Grupo de Estudos e Pesquisas História da Educação da Paraíba – HISTEDBR/PB
Instituição: UFPB
Coordenador(a): Antonio Carlos Ferreira Pinheiro
Objetivos: O grupo de pesquisa tem se concentrado nas pesquisas históricas sobre a educação da Paraíba. Desde a sua origem tem procedido levantamento e catalogação de fontes para a história da educação paraibana, realizando, inclusive, a publicação de parte dessa documentação que muito tem servido de base para os pesquisadores do próprio grupo quanto a investigadores externos. Tem procedido grande esforço na formação e capacitação de novos pesquisadores desde o nível de graduação com vários projetos PIBIC e PIVIC. A grande maioria dos pesquisadores estão vinculados a Linha de História da Educação do Programa de Pós-graduação em Educação-UFPB, orientando mestrandos e doutorados. Os integrantes do grupo têm publicado, regularmente, artigos em períodicos especializados e reconhecidos pela área, livros e capítulos de livros,conforme pode ser verificado nos seus currículos na Plataforma Lattes. Todos têm apresentado os resultados de suas pesquisas em vários eventos nacionais,internacionais e regionais, tais como: a ANPEd, o EPENN, a SBHE, o Luso-brasileiro de História da Educação, o Ibero-latino-americano de História da Educação - CIHELA, e os Simpósios Nacionais de História- ANPUH,entre outros. O grupo local é vinculado ao nacional: Grupo de Estudos e Pesquisas "História, Sociedade e Educação no Brasil" - HISTEDBR, coordenado pelo Dr. Dermeval Saviani da Universidade Estadual de Campinas - Unicamp.
Site:www.ce.ufpb.br/ppge

Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Estado de Sergipe
Instituição: UFS
Coordenador(a): Silvana Aparecida Bretas
Objetivos: ATIVIDADES DO GRUPO 1 - PESQUISAS EM ANDAMENTO: * Coletânea da Documentação Educacional da Província de Sergipe (1835 a 1889); * Catalogação da Legislação Educacional do Estado de Sergipe na Primeira República (1889-1930); * Escolas Comunitárias: proposições educativas frente à concepção neoliberal de educação; * A construção da educação Secundária na 1ª República em Sergipe; * A política de federalização das universidades e a constituição histórica da comunidade científica: Universidade Federal de Sergipe (1950-1970); * Aracaju "remando" para a modernidade: desvendando as origens do esporte sergipano (1909-1920) 2 - PUBLICAÇÕES: * VIEIRA, R. G. (Org.). GUIA DE FONTES para o Estudo de História da Educação de Sergipe. São Cristóvão: UFS, 1997. * CRUZ, M. V.(org). Catálogo de Fontes Primárias e Secundárias de Educação de Sergipe. 1999. v. I * OLIVEIRA, D. M. A. (org). Catálogo de Fontes Primárias e Secundárias da Educação do Estado de Sergipe: Conselho Estadual da Educação. 1963-1993. 1998. v. II * CORREIA, O. V. A Extensão Universitária no Brasil: um resgate histórico. M. V. Cruz e M. E. Cruz (Org.). 2000. * A Pesquisa Histórico-Educacional Impasses e desafios. 2002. ISBN: 85-87110-26-8. * Caderno de Resumos do VI Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil: A História da Escola Pública no Brasil. 2003.ISBN: 85-87110-34-9. * Anais do VI Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil: A História da Escola Pública no Brasil. 2003. 1 Cd-rom. ISBN: 85-87110-35-7. * Anais do Colóquio 15 anos NPSE. 2006.
Site: http://www.ufs.br

Grupo de Estudos em Imagem, Memória e Educação
Instituição: UEFS
Coordenador(a): Alessandra Alexandre Freixo
Objetivos: Este grupo de pesquisa, que conta com a participação de pesquisadores qualificados em diferentes áreas do conhecimento (Educação, História, Geografia, Ciências Sociais), visa enriquecer e consolidar, no âmbito institucional, o debate sobre o papel que a imagem vem assumindo no contexto da contemporaneidade. Em particular, destacamos sua atuação como elemento materializador de memórias, principalmente a partir do recurso à imagem fotográfica, videográfica e/ou fílmica, bem como sua utilização cada vez mais freqüente como instrumento de conhecimento e interconhecimento e, como tal, um importante recurso a que podem recorrer os educadores em suas práticas cotidianas. É neste entretecer de memórias, imagens e narrativas que o grupo busca compreender distintos espaços-tempos de produção de saberes e linguagens: o campo, a cidade, a comunidade, a escola, o cinema, a literatura, a pintura, etc. A Linha de Pesquisa ?Memórias, imagens e trajetórias sociais? Tem como foco a compreensão do viés da produção da memória fortalecedor de identidades, continuamente ressignificadas pelo processo de seleção de lembranças sobre o passado. Além dos relatos orais, outras fontes importantes de pesquisa são as imagens (fotográficas, videográficas ou fílmicas), que se apresentam como importantes elementos constitutivos de identidades sociais. Já a Linha? Imagens, linguagens e educação? Pretende discutir e analisar as questões relacionadas às diversas linguagens como meios de construção de saberes, seja em espaços formais ou não-formais de educação. As imagens e linguagens presentes nos sites eletrônicos, na televisão, nos outdoors, nos filmes, nos vídeos, nas novelas, nos clips, e nos jogos eletrônicos podem ser consideradas textos culturais que fabricam identidades. Propõe-se então pensar esses textos culturais não apenas como recursos ou elementos tangenciais, mas como artefatos que precisam ser entendidos no universo dos que freqüentam os lugares de formação de saberes.
Site: www.uefs.br

Grupo de Pesquisa em Educação, História e Cultura Científica
Instituição: UFPE
Coordenador(a): Kátia Calligaris Rodrigues
Objetivos: O Grupo de Pesquisa em Educação, História e Cultura Científica (GPEHCC) tem por meta desenvolver pesquisa e extensão voltadas para a compreensão e desenvolvimento da Educação, História e Cultura Científica no âmbito de formação de professores, bem como na formação de discentes nos Ensinos Fundamental e Médio. O GPEHCC tem caráter multidisciplinar e é formado por docentes do Núcleo de Formação Docente (NFD) do Centro Acadêmico do Agreste (CAA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).
Site:

Grupo de Pesquisa em História da Educação: intelectuais, instituições e práticas escolares
Instituição: UFS
Coordenador(a): Jorge Carvalho doNascimento
Objetivos: O Grupo funciona no Núcleo de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe e vem se constituindo em um pólo dinâmico da pesquisa historiográfica educacional do Mestrado em Educação da UFS. Institucionalizado em 2001, o Grupo tem o concurso de pesquisadores que desde o ano de 1997 vêm intensificando as pesquisas em História da Educação no Estado de Sergipe. O núcleo central de pesquisadores do grupo, a partir dos seus estudos, estimulou a produção de livros, dissertações de mestrado, monografias de conclusão de cursos de graduação e artigos apresentados em eventos científicos e publicados em periódicos especializados. São estudos de História da Educação em Sergipe e no Brasil oferecidos pelo grupo à comunidade acadêmica. Além disso, pesquisadores do grupo tiveram responsabilidade direta na publicação de várias revistas científicas. A atividade do grupo tem estimulado a formação de mestres e doutores.
Site: http://jorge.carvalho.zip.net

Grupo de Pesquisa Estudos Histórico-Educacionais
Instituição: UFRN
Coordenador(a): Marta Maria de Araújo
Objetivos: O Grupo coerente com a Linha de Pesquisa Educação escolar, ensinamentos culturais, instituições e agentes sociais encontram-se comprometido com a formação continuada de pesquisadores por meio da articulação do ensino e da extensão com a iniciação à pesquisa, com a inserção do graduando na modalidade de Iniciação Científica, com as atividades de Pós-Graduação em geral. Ao mesmo tempo o Grupo de Pesquisa tem se destacado na produção de conhecimentos histórico-culturais, com pretensões não somente de verticalizar a interdisciplinaridade de investigações a partir de temas e objetos afins e de promover a historicidade da escolarização no período colonial, imperial e republicano; de instituições educativas, das sociabilidades formativas, de leitura de livros religiosos e laicos, de políticas públicas e privadas no âmbito da modernidade brasileira. As investigações do Grupo de Pesquisa têm se bifurcado pelo ensino da História da Educação e da Educação Brasileira no curso de Pedagogia e nos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRN. Também mantemos uma rica interação com o GT História da Educação da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd) e com a Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE) e a Associação Nacional de História (ANPUH). No mesmo sentido, integrantes deste Grupo de Pesquisa compõem Conselhos Editoriais de Revistas de circulação nacional, fato que os tem credenciado à ampliação de intercâmbios com instituições universitárias e pesquisadores nacionais e internacionais. Ademais, esse Grupo de Pesquisa integra alguns guias nacionais e internacionais de História da Educação. Tal Linha de Pesquisa comporta 12 projetos de pesquisa ora em desenvolvimento.
Site:

GRUPO DE PESQUISA HISTÓRIA - MATEMÁTICA - EDUCAÇÃO (GHAME)
Instituição: UFBA
Coordenador(a): André Luís Mattedi Dias
Objetivos: O Ghame mantém atualmente dois projetos de pesquisa aprovados no cnpq e capes, respectivamente, e está inserido na rede internacional liderada no brasil pelo ghemat. Como parte destes projetos, são realizadas pesquisas de mestrado e doutorado no ppgefhc, com resultados parciais ou finais apresentados em eventos profissionais e científicos, a exemplo do seminário temático do ghemat, do seminário nacional de história da matemática, do seminário nacional de história da ciência e da tecnologia, do encontro nacional de educação matemática, do simpósio internacional de pesquisa em educação matemática, do congresso luso-brasileiro de história da educação, do esocite, do international congress of history of science. Também têm sido publicados artigos no bolema, na revista brasileira de história da ciência, em manguinhos - ciência, história, saúde, no diálogo educacional, e na revista brasileira de história da matemática. Sob forma de livro, foram publicados capítulos na serie a matemática moderna nas escolas do Brasil e de Portugal editada pelo Ghemat.
Site:

Grupo de Pesquisa História das Práticas Educacionais
Instituição: UNIT
Coordenador(a): Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento
Objetivos: Com o objetivo de contribuir para o incremento e consolidação da pesquisa científica da Universidade Tiradentes, gerando conhecimento comprometido com a missão institucional, o Grupo de Pesquisa “História das Práticas Educacionais” investiga questões históricas relacionadas às práticas implementadas na área educacional com ênfase nas instituições de ensino, nos elementos da cultura escolar, nos intelectuais, nas políticas educacionais e nos saberes acadêmicos.
Site: http://www.unit.br

Grupo de Pesquisa Sociedade, Educação, História e Memória
Instituição: UNIT
Coordenador(a): Raylane Andreza Dias Navarro Barreto
Objetivos: O Grupo de Pesquisa Sociedade, Educação, História e Memória de caráter interdisciplinar, formou-se com o objetivo de desenvolver pesquisas que respondam a questões centrais atreladas a sociedade, a educação, a história e a memória sergipanas. Buscando estimular a participação dos alunos em atividades de pesquisa, promovendo discussões sobre a importância da pesquisa na formação do docente e atrelando ensino, pesquisa e extensão, o grupo se propõe contribuir com a produção científica e a construção do conhecimento.
Site: www.gpsehm.unit.br

Grupo Interdisciplinar de Educação e História das Ciências
Instituição: UFMA
Coordenador(a): Antonio José Silva Oliveira
Objetivos: Este grupo foi formado com o propósito de inserir alunos dos cursos de licenciatura da área de ciências exatas, especialmente os alunos dos cursos de física e matemática, em pesquisas científica e direcioná-los para cursos de pós-graduação. Apesar dos cursos de licenciaturas terem sido criados antes dos cursos de bacharelados, até hoje não existe nenhum grupo na Universidade Federal do Maranhão de pesquisa atuando em história e ensino das ciências. O grupo é formado por professores pesquisadores que atuam nas áreas de matemática, física e educação e tem como um dos objetivos incentivar a investigação em educação e história das ciências, uma das linhas de pesquisa do Mestrado em Educação da UFMA. Outro ponto forte do grupo foi da criação de um laboratório de divulgação científica para atender o publico em geral com o nome de Laboratório de Divulgação Científica Ilha da Ciência vinculado ao Departamento de Física da Universidade Federal do Maranhão.
Site: http://www.ilhadaciencia.ufma.br

História da Educação e Movimentos Sociais
Instituição: UFBA
Coordenador(a): Sara Martha Dick
Objetivos: Estudos voltados para investigações historiográficas sobre educação, com perspectivas teórico-metodológicas diversas, mas com um perfil marcadamente sócio-cultural. Estuda, sob o ponto de vista histórico, com os seguintes eixos: a) As Políticas Públicas em educação, das suas origens às condições contemporâneas, b) Intelectuais e educação c) as instituições escolares, sua origem e desenvolvimento nas relações com o contexto sócio-cultural do período. O grupo ainda tem como interesse o estudo da literatura sociológica sobre movimentos sociais (paradigmas teóricos norte-americano, europeu, e, latino-americano).Reflexões sobre novos sujeitos históricos e redefinição das relações entre Estado e Sociedade , Educação e Sociedade. Compreensão das lutas sociais por educação escolar no Brasil contemporâneo e das reivindicações por escola pelos movimentos sociais de base local, regional e nacional. Desdobram-se tais estudos ainda na caracterização dos velhos e dos novos movimentos sociais; no estudo das lutas por educação no Brasil, observa-se a leitura da educação nos movimentos sociais da cidade e do campo, suas concepções, seus princípios, valores, metodologias, e práticas de educação formal, informal e não-formal.
Site:

História da Educação, Literatura e Gênero
Instituição: UFRN
Coordenador(a): Maria Arisnete Camara de Morais
Objetivos: A Base de Pesquisa tem avançado bastante tanto no âmbito das discussões teóricas, quanto no da produção científica, vinculada ao projeto GÊNERO, EDUCAÇÃO E PRÁTICAS DE LEITURA, aprovado pelo CNPq. Mudamos a nomenclatura da referida Base de Pesquisa para História da Educação, Literatura e Gênero por entender que a nomenclatura antiga já não correspondia às pesquisas que desenvolvíamos. Desde a sua criação em 1998, a Base de Pesquisa é empenhada na formação de recursos humanos desde Doutores, Mestres, bolsistas de Iniciação Científica e alunos da graduação, com monografia de final de curso. No ano de 2008, a Base de Pesquisa completou dez anos de criação, motivo pelo qual organizamos um livro intitulado Gênero e Práticas Culturais, com trabalhos de pesquisas realizados ao longo do período e organizado pela coordenadora da Base. Lançamos o livro em 2009, pela editora da UFRN. Pretendemos trazer a público resultados de pesquisa e também evidenciar professores e professoras, escritores e escritoras que contribuíram para a formação da sociedade letrada, seja norte-rio-grandense ou no âmbito do Brasil. Da mesma forma, pesquisamos acerca da História das instituições escolares, a exemplos dos grupos escolares e a formação dos professores da Escola Normal de Natal. O resultado dessas pesquisas permite compreender uma época e configurar importante parcela da história da educação das mulheres, através das suas atividades literárias, jornalísticas e docentes. Desde julho de 2004, a coordenadora da Base de Pesquisa é Membro Efetivo do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte. E a partir de outubro de 2010, foi eleita Membro da Academia Macaibense de Letras, cuja patrona é Sophia Lyra, escritora cuja obra faz parte das pesquisas da referida coordenadora.
Site:

História da Educação no Nordeste Oitocentista - GHENO
Instituição: UFPB
Coordenador(a): Claudia Engler Cury
Objetivos: O Grupo de Pesquisa História da Educação no Nordeste Oitocentista (GHENO) foi criado em 2004 como uma das Linhas de Pesquisa do Grupo: Saberes Históricos - ensino de história, historiografia e história da educação e assim permaneceu até junho de 2009 quando seus membros decidiram que era hora de criar um grupo de pesquisa independente. O Grupo conta com a participação de alunos do Programa de Pós-Graduação em História e em Educação ambos da Universidade Federal da Paraíba e que têm como objetos de suas pesquisas temas relacionados à instrução pública e particular no Oitocentos. Do grupo também participam alunos dos cursos de graduação em História e em Pedagogia que têm interesse em elaborar suas monografias de conclusão de curso, na área da história educacional, nos anos que se sucederam à independência política do Brasil, até o final do império (1822-1889). O Grupo de Pesquisa tem se dedicado a organizar e publicar, nos últimos anos, tanto livros de fontes documentais sobre o período quanto coletâneas que procuram dar visibilidade às pesquisas desenvolvidas por seus membros. Os estudos e pesquisas do Grupo têm em comum a preocupação com o levantamento e catalogação de fontes em História da Educação, com ênfase na Paraíba, objetivando contribuir com pesquisas, no que tange à criação das primeiras escolas de ensino superior e primeiras universidades, das escolas de primeiras letras e instrução secundária pública e particular no Oitocentos. O Grupo tem duas Linhas de Pesquisa: Instituições Educacionais e a Formação do Estado Nacional e Culturas Educacionais: práticas, sujeitos e representações.
Site: http://cchla.ufpb.br/ppgh/

História da Educação no Piauí
Instituição: UFPI
Coordenador(a): Antônio de Pádua Carvalho Lopes
Objetivos: O grupo tem realizado pesquisas acerca da constituição da rede escolar piauiense, da história da profissão docente e de instituições escolares com diversos recortes temporais e publicados seus trabalhos em livros, anais de encontro e revistas. A ênfase das pesquisas realizados tem se situado na análise na educação básica, tendo, contudo, sido iniciado estudos acerca de instituições de ensino superior, especialmente no tocante ao papel das mesmas na formação de professores e como instituições formativas. O grupo tem participado de pesquisa nacional na qual realiza análises comparativas tendo como foco a compreensão dos processos de constituição da rede escolar em diferentes estados do Brasil. Tem, ainda, trabalhado o imaginário criado em torno da escola e presente em livros sobre cidades, autobiografias e memórias. Do esforço de pesquisa e formação realizados tem sido produzidas dissertações de mestrado e teses de doutorado, ampliando o número de pesquisadores na área temática de interesse do grupo. Esses pesquisadores vêm atuando em diversas instituições do Estado.
Site:

História e Educação
Instituição: UFRN
Coordenador(a): Tânia Cristina Meira Garcia
Objetivos: A Base de Pesquisa História e Educação objetiva ancorar estudos e investigações de pesquisadores e estudantes da Graduação e Pós-graduação na área de História e Educação, fornecendo apoio e suporte para o desenvolvimento de reflexões e pesquisas acerca dos processos históricos, suscitando questionamentos voltados para a tradição, a memória, a linguagem, os saberes, as instituições e as práticas pedagógicas que marcaram e ou marcam o cotidiano escolar, a cultura escolar e os processos de formação dos indivíduos e dos grupos. Nesse sentido centra-se no estudo e sistematização: - da História Social da Região Seridó para a busca da compreensão dos processos de formação dos indivíduos e dos grupos; e - dos saberes e práticas da cultura escolar. Os trabalhos que têm aporte nesta Base de Pesquisa visam, do ponto de vista da produção acadêmica, alimentar as linhas de pesquisa do Programa de Pós-graduação, bem como funcionar como suporte as pesquisa de base (graduação) promovendo ainda o fomento a Iniciação Científica e as atividades de orientações de trabalho de conclusão de curso. A proposta deste grupo resulta do conjunto de interesses comuns a Pesquisadores-doutores da Área da História e da Educação tendo em vista a consolidação do conjunto das produções na temática, bem como, a congregação de vertentes de pesquisa e reflexões na tentativa de fortalecer o interesse pela História e pela Educação, a partir da formação de um quadro conciso e coeso do estado da arte da produção da História e da Educação.
Site: http://www.cerescaico.ufrn.br/bases/he

História e Políticas Públicas
Instituição: UEMA
Coordenador(a): Antonia Valtéria Melo Alvarenga
Objetivos: O trabalho do grupo visa o desenvolvimento teórico no ambito da Historia e das políticas públicas, no que se refere a análises socio-culturais, à comunicação científica e à análise das políticas de Estado, assim como o de metodologias que possam auxiliar o processo de ensino - aprendizagem nos diferentes níveis de ensino, numa abordagem que priorize os diversos tipos de relações sociais.
Site:

HISTÓRIA, MEMÓRIA E POLÍTICAS DA EDUCAÇÃO E DAS CIÊNCIAS
Instituição: UFC
Coordenador(a): José Arimatéa Barros Bezerra
Objetivos: Esse grupo tem como principal objetivo a produção acadêmica e a divulgação de conhecimentos relacionados à história, à memória da educação cearense e às políticas educacionais; o levantamento e catalogação de fontes primárias e secundárias da educação no estado do Ceará. Objetiva ainda favorecer a criação de um espaço interinstitucional de discussão acerca da problemática de pesquisa nas áreas de História Educacional, História das Ciências e Política Educacional. Para isso, agrega professores pesquisadores, da Universidade Federal do Ceará (UFC) e outras Instituições de Ensino Superior, alunos dos cursos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFC, e alunos de cursos de graduação.
Site: http://www.historiamemoriaedu.hpg.com.br

História, trabalho, cultura e educação
Instituição: IFBA
Coordenador(a): Manoel Nunes Cavalcanti Junior
Objetivos:
Site:

MEDUC - História e Memória Social da Educação e da Cultura
Instituição: UVA-CE
Coordenador(a): José Edvar Costa de Araújo
Objetivos: O Grupo de Pesquisa consolida os interesses de investigação de professores e estudantes da Universidade Estadual Vale do Acaraú sobre a educação no Ceará, na perspectiva histórica. Entre as repercussõe destacam-se: a) a inserção de professores em programas de pós-graduação; b) a pesquisa colaborativa com pesquisadores de outras IES do Ceará e de instituições de ensino fundamental da Região Norte do Ceará; c) a participação dos pesquisadores e de estudantes de graduação em eventos da área: Congresso Brasileiro de História da Educação, Encontro Norte e Nordeste de História da Educação e Encontro Cearense de Historiadores da Educação; d) a publicação de artigos dos pesquisadores em anais de eventos e coletâneas; e) a incorporação de estudantes em atividades de iniciação científica; f) o fortalecimento da pesquisa na UVA. O Grupo desenvolve uma ação estruturante através de linha de pesquisa "Instituições, Educadores e Práticas Educativas: história, memórias e biografias" fundada no Laboratório de Fontes para a História e a Memória Social da Educação e Cultura na Região Norte do Ceará, financiado pela FUNCAP - Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico e UVA. Em 2009 iniciou a publicação da Coleção Cultura, Educação, História e Memória: obras de pesquisadores do Grupo e reedição de obras esgotadas, considerando a relevância para o conhecimento e a solução dos desafios da educação no Ceará, especialmente na Região Norte. Desde 2007 desenvolve o Projeto Olhares da Memória em colaboração com a Secretaria da Educação de Sobral e a Escola de Formação Permanente do Magistério no Projeto OLHARES, resultando em cursos de extensão e publicação de livros da autoria de professores da rede de ensino do município. Em 2011 e 2012 desenvolve o Projeto "Produção de Fontes para a pesquisa educacional na Região Norte do Ceará", também apoiado pela FUNCAP e pela UVA.
Site: http://historiaecultura.blogspot.com/

MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO NA BAHIA
Instituição: UNEB
Coordenador(a): Jaci Maria Ferraz de Menezes
Objetivos: O Grupo Memória da Educação na Bahia pesquisa processos civilizatórios, educação, memória e pluralidade cultural. Criado em 1997 estuda, nas diversas regiões do Estado, as formas de expansão e institucionalização da educação, as relações entre essas e as iniciativas dos educadores, as propostas de inovação no seu curso, as demandas por educar-se dos diversos segmentos sociais e as instituições que utilizam para aprender. Tem como eixo a preocupação com a democratização da educação, estuda as políticas públicas e as instituições escolares, formas alternativas e movimentos sociais por educação. Recebeu apoio do Programa Nordeste de Pesquisa e Pós Graduação - CNPQ e participa de uma das linhas do Programa de pós-graduação em Educação e Contemporaneidade-PPGEDUC. Realizou X Colóquios História da Educação, o último em conjunto com o IIIENNHE, para discussão de pesquisa, com a participação de pesquisadores de outros Centros de Memória do país. Organiza a Coleção Memória da Educação, já com oito volumes publicados. Executou PQI com a UFRN, a USP e a UFRGS, formando oito doutores. Organiza rede de pesquisa, a REDEMEMO, incluindo os centros de Juazeiro, Bonfim, Itaberaba, Jacobina, Valença, Teixeira de Freitas, Serrinha e Alagoinhas. Em 2008 e 2009 publicou mais dois livros da Coleção Memória da Educação na Bahia, A Legislação sobre Educação na Bahia, vol. I e o Guia de Fontes Bibliográficas sobre Educação na Bahia. Integra PROCAD com a UNICAMP e a UESB, para estudar Educação e Desenvolvimento nas décadas de 1940, 1950 e 1960 na Bahia. Aprovou instalação do Laboratório de Acervos e Imagens, via PROEQUIPAMENTOS - CAPEs. Novo site www.promeba.uneb.br traz novas publicações da Coleção.
Site: http://www.promeba.uneb.br

MEMÓRIA, ENSINO E PATRIMÔNIO CULTURAL
Instituição: UFPI
Coordenador(a): Áurea da Paz Pinheiro
Objetivos: O grupo realizou em parceria com a ANPUH - Associação Nacional de História - Seção Piauí; Iphan - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Superintendência Regional do Piauí, Universidade Federal do Piauí, Universidade Estadual do Piauí, Governo do Estado do Piauí e Prefeitura Municipal de Teresina a primeira edição do Congresso Internacional de História e Patrimônio Cultural [2008] na cidade de Teresina-PI. O líder do grupo foi teve o projeto documentário "Passos de Oeiras", contemplado no edital de apoio à produção de documentários etnográficos sobre patrimônio cultural imaterial brasileiro/ETNODOC, financiado pela Petrobras, em parceria com Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro [ACAMUFEC]; Ministério da Cultura [MinC]; Secretaria de Políticas Culturais [SPC] e Secretaria do Audiovisual [SAV][2008. Coordenou o INRC - Inventário Nacional de Referências Culturais da Arte Santeira do Piauí, convênio com o Iphan - PI [2007-2008. Os membros do grupo concluíram pesquisa sobre as Celebrações Religiosas da cidade de Oeiras-PI e realizam uma série de lançamentos do documentário etnográfico "Congos: ritmo e devoção" e do livro "Celebrações/Celebration". O livro e documentário foram produzidos via Edital do Ministério da Cultura/Banco Interamericano de Desenvolvimento/BID/Programa Monumenta/Organização das Nações Unidas para a Educação,a Ciência e a Cultura/UNESCO. Em setembro de 2009, o Grupo realizou o "Etnodoc no Piauí", mostra de filmes etnográficos. Desenvolve o projeto "História e Patrimônio:santos e devotos na tradição brasileira", que terá como um dos produtos elaborados o documentário etnográfico "As escravas da mãe de Deus"", o livro "Tempo, memória e patrimônio" e a realização da segunda edição do Congresso Internacional de História e Patrimônio Cultural, em outubro de 2010.
Site: www.anpuhpi.org.br

MINORIAS E INCLUSÃO SOCIAL: HISTÓRIA, MEMÓRIA, EDUCAÇÃO E LINGUAGEM
Instituição: UESB
Coordenador(a): Marina Helena Chaves Silva
Objetivos: O Grupo de Pesquisa Minorias e Inclusão Social: História, Memória, Educação e Linguagem caracteriza-se por ser interdisciplinar, à medida que reúne pesquisadores das várias áreas de conhecimento, a saber: História, Pedagogia, Letras e Enfermagem. Alguns deles já tiveram oportunidade de, esporadicamente, organizar projetos de extensão, o que - por certo - credencia-os a continuar realizando essa modalidade de trabalho, bem como a desenvolver atividades de pesquisa. Os dois eixos temáticos, Minorias e Inclusão Social, foram definidos de forma criteriosa, em função de problemáticas que são focos de interesse dos seus pesquisadores e, principalmente, pela sua relevância na sociedade atual. O conceito de Minoria deve ser assim entendido: grupo ou segmento particular cujo modo de vier o diferencia dos demais e, consequentemente, o faz ficar à margem da sociedade, a exemplo das crianças, negros, indígenas, migrantes, mulheres, pessoas privadas de liberdade ou em situação de deficiência, etc. Por sua vez, o sentido de inclusão social, tão em voga na contemporaneidade, só pode ser compreendido a partir das análises de processos socio-históricos de exclusão. São estas as análises a que esse grupo se propõe a desenvolver, visando contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.
Site:

Museu Pedagógico: a educação escolar
Instituição: UESB
Coordenador(a): Lívia Diana Rocha Magalhães
Objetivos: Em termos didáticos, o Museu Pedagógico é constituído por grupos que realizam uma pesquisa comum sobre a Educação e as ciências, contudo esse grupo de pesquisa a partir de suas linhas de investigação oferece suporte e discute com todos os grupos que pertencem ao chamado Museu Pedagógico, quando se trata do processo de catalogação de fontes documentais primárias, cartográficas, iconográficas, fílmicas, sonoras, literárias, enfim, fontes escritas ou orais que retratem a história e os processos educacionais, por meio de uma leitura interdisciplinar e/ ou transdisciplinar dos materiais rastreados e desenvolve a pesquisa propriamente dita no campo da história e memória da educação, principalmente do ponto de vista da memória geracional, sem, no entanto desprezar as múltiplas abordagens que o campo requisita. Assim, o grupo Museu Pedagógico: a educação escolar é constituído por linhas de pesquisa que ao mesmo tempo em que discute ou subsidia temáticas de estudos variadas, por meio de óticas distintas e interdisciplinares, a partir de um mesmo norte teórico-metodológico e temporal, quando se refere a organização e a análise das fontes primárias e secundárias rastreadas durante o processo de estudo, mas também tem sua especificidade de estudo por meio de linhas de trabalho que interrelaciona a educação com a história e a memória, particularmente no que diz respeito as trajetórias ou processos implicados na reconstituição do tempo presente.
Site: http://uesb.br

Museu Pedagógico: a educação não-escolar
Instituição: UESB
Coordenador(a): Ana Palmira Bittencourt Santos Casimiro
Objetivos: O grupo de pesquisadores do Museu Pedagógico, à luz dos estudos de memória e história, tem se ancorado em muitas fontes, metodologias, disciplinas, materiais e testemunhos para estudar as temáticas relacionadas às Ciências Sociais, à História e à Educação, no Brasil, na Bahia e, particularmente, no Sudoeste Baiano. O grupo vincula seus principais focos de estudos às leituras sobre sociedade, cultura, religião, ideologia, lutas sociais, trabalho e educação, sempre à luz da História Cultural, especialmente, da memória, tendo, como referência principal, a idéia de musealização. Primeiro, o grupo considera que, na leitura do processo histórico brasileiro, principalmente no quesito educação, é indispensável a análise objetiva do significado da presença da Igreja Católica no Brasil, tanto em se tratando de qualquer período do passado colonial, imperial ou republicano, quanto em se tratando dos dias atuais. Neste foco, pretende analisar como foram formuladas as propostas e ações da Igreja para a formação de seus próprios quadros, para a educação missionária, catequética e educação escolar. Articulando as relações existentes entre os fundamentos históricos da Educação no Brasil e na Bahia, com as origens da Educação em Vitória da Conquista, cidade polarizadora da educação e da cultura da Região Sudoeste, o fio condutor do trabalho será a análise de documentos verbais, imagens, obras de arte, iconografia pedagógico-religiosa e fotografias. Isso inclui no presente estudo, tanto as relações da educação com a organização material e social da parte investigada como, também, os conteúdos ideológicos, a violência simbólica e a memória verbal e plástica dos períodos analisados.
Site: http://www.uesb.br

Museu Pedagógico: As múltiplas faces dos Estudos sobre Gênero, Infância e Juventude
Instituição: UESB
Coordenador(a): João Diogenes Ferreira dos Santos
Objetivos: Os temas referentes ao gênero, à infância e à juventude tornaram-se objetos de estudos dos diferentes ramos das Ciências Humanas, com múltiplos recortes temáticos e metodológicos. Para dar conta da multiplicidade e da complexidade que permeiam os referidos temas, os pesquisadores do Museu Pedagógico baseiam-se em diferentes aspectos da realidade social (institucionais, históricos, políticos, econômicos, culturais e subjetivos) e em concepções teóricas, e procedimentos metodológicos, possibilitando estudos nas áreas de gênero, infância e juventude, na região do Sudoeste da Bahia.
Site:

Museu Pedagógico: História, Trabalho e Educação
Instituição: UESB
Coordenador(a): Ana Elizabeth Santos Alves
Objetivos: A ideia de criação do grupo surgiu pela necessidade e interesse do coletivo de professores em desenvolver estudos que busquem apreender com maior clareza as diversas concepções e contradições embutidas no debate sobre a história das relações entre o trabalho e a educação, com o objetivo de contribuir para a formação de pesquisadores que queiram refletir sobre essa temática. O grupo é constituído por uma equipe de trabalho que congrega diferentes expectativas a depender da área de atuação e do interesse individual de cada um, no que tange ao ensino, a pesquisa e a extensão, no entanto, todos os integrantes sustentam o interesse comum pelos estudos em relação aos nexos entre o Trabalho e a Educação. O grupo é integrado a equipe interdisciplinar de trabalho do Museu Pedagógico, que desde a sua implantação vem se projetando no cenário da UESB como um espaço de estudo, de produção e socialização de conhecimentos, envolvendo professores, alunos, da graduação e da especialização, e técnicos administrativos. A intenção do grupo é analisar, pesquisar, musealizar e socializar estudos sobre temas que cercam o campo das relações entre o trabalho e a educação, a partir de uma abordagem histórica, levando em consideração a área científica e formação do coletivo de pesquisadores que integram o grupo.
Site: http://www.uesb.br

Núcleo de Educação, História e Memória - NEHME
Instituição: UFPI
Coordenador(a): Maria do Amparo Borges Ferro
Objetivos: O grupo tem realizado pesquisas objetivando o resgate da história da educação no estado do Piauí. Desde inicio da década de 1990 contando com a participação de docentes e alunos do curso de Pedagogia e do Mestrado em Educação. Tem realizado estudos e pesquisas sobre a temática proposta. Como resultado, foram produzidos dissertações, teses, artigos e exposições científicas. Devido a circunstâncias de aposentadoria de docentes e conclusão de mestrandos o grupo sofreu na sua composição original, ressurgindo a partir de 1991 com novos participantes.
Site: http://www.ufpi.br

NÚCLEO DE ESTUDOS E DOCUMENTAÇÃO EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO E DAS PRÁTICAS LEITORAS NO MARANHÃO
Instituição: UFMA
Coordenador(a): Cesar Augusto Castro
Objetivos: O Núcleo de Estudos e Documentação em História da Educação e das Práticas Leitoras no Maranhão - NEDHEL, iniciou suas atividades em 2005, integrado ao Programa de Pós-graduação em Educação e ao Departamento de Biblioteconomia com a finalidade de desenvolver estudos, pesquisas, organizar e recuperar documentos que tratam da história da educação, da leitura, do livro e das bibliotecas maranhenses com ênfase ao Século XIX e a Primeira República. O NEDHEL, no momento, desenvolve as seguintes pesquisas: Infância,Educação e Pobreza no Maranhão Provincial; Presença e circulação do livro e da leitura no Maranhão nos oitocentos.O resultado dos trabalhos do grupo de pesquisadores vem sendo realizada em eventos locais, nacionais e internacionais e na publicadas em artigos científicos e livro.O grupo é formado por alunos de graduação (Iniciação Científica) e pós-graduação ( mestrado e doutorado)
Site: www.nedhel.ufma.br

Núcleo de Estudos e Pesquisas em História, Política, Educação e Cultura do Campo - NEPHECC
Instituição: UFMA
Coordenador(a): Adelaide Ferreira Coutinho
Objetivos: O Núcleo de Estudos e Pesquisas em História, Política, Educação e Cultura do Campo - NEPHECC contribui para as reflexões acerca das políticas públicas de educação, especialmente, a educação do campo e sua relação com o estado e movimentos sociais. Permite a participação dos estudantes de graduação e pós-graduação em educação e áreas afins em atividades de pesquisa, produção e difusão de conhecimentos acerca da realidade camponesa. Amplia a participação da Universidade Pública nas questões inerentes a reforma agrária e seu vínculo com a educação. Estabelece um diálogo entre movimentos sociais e universidade.
Site:

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO E ENSINO DE HISTÓRIA EM PERNAMBUCO - NEPHEPE
Instituição: UFPE
Coordenador(a): Maria Thereza Didier de Moraes
Objetivos: O grupo tem o propósito de atuar na formação de estudantes/professores, desenvolver pesquisas e promover eventos que divulguem os trabalhos realizados neste Núcleo. A linha de pesquisa História da Educação tem desenvolvido investigações que abrangem diversos temas relacionados às questões de gênero, etnia, geração, escola, currículo, disciplinas escolares, literatura, religiosidade, intelectuais, livros e leitura, etc. A linha de pesquisa Ensino de História estuda as linguagens sonoras, literárias e visuais como possibilidade de compreender a fabricação de identidades no mundo contemporâneo tomando como base o debate em torno da História Cultural e dos Estudos Culturais. Em decorrência das ações do NEPHEPE, desde o início dos anos 2000 foi constituído o "Centro de Memória da Educação em Pernambuco" (CEMEPE) com um acervo formado por uma documentação que abrange o período de 1860 a 1990. Além disso, o NEPHEPE tem produzido fontes orais com professores e alunos que ensinaram e estudaram em Pernambuco ao longo do século XX. . Em andamento, temos a elaboração do Projeto de Pesquisa que investiga o ensino de história nos anos iniciais de escolarização tendo como foco o debate sobre as políticas de formação de professores, as memórias docentes, o patrimônio, o currículo e práticas pedagógicas.
Site: http://www.ce.ufpe.br/nephepe

Núcleo de Estudos em História e Memória da Educação - NEHMEd
Instituição: UESB
Coordenador(a): Soraya Mendes Rodrigues Adorno
Objetivos: O NEHMEd tem por objetivo oferecer subsídios teórico-metodológicos à pesquisa em história da educação para alunos de graduação e pós-graduação e professores de instituições de ensino superior que queiram envergar nesta área de pesquisa. Congrega pesquisadores numa perspectiva interdisciplinar. Tem como metas de trabalho: Formar pesquisadores da história da educação brasileira, especialmente história do sudoeste baiano; Mapear e dar visibilidade à produção no campo da pesquisa e do ensino da história da educação; Criar um espaço de guarda e preservação de acervos; E, promover o diálogo e a troca de experiências entre grupos de pesquisas que se dediquem à temáticas afins, dentro e fora do Estado da Bahia.
Site:

NÚCLEO DE TEORIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
Instituição: UFPE
Coordenador(a): Edilson Fernandes de Souza
Objetivos: A PARTIR DAS LINHAS DE PESQUISA TEORIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, A PRODUÇÃO REALIZADA PELO GRUPO TEM REPERCUTIDO EM DISSERTAÇÕES E TESES RELACIONADAS À MEMÓRIA, INSTITUIÇÕES DE ENSINO, QUESTÕES ÉTNICO-RACIAIS, REPUBLICANISMO, CORPOREIDADE E LAZER.
Site:

REGIÃO NORTE

Grupo de estudos e pesquisa em História, Sociedade e Educação no Brasil - HISTEDBR/SECÇÃO-PA
Instituição: UFPA
Coordenador(a): Maria José Aviz do Rosário
Objetivos: Estudo da produção da história da educação na Amazônia; realização "Diálogos sobre educação, história e trabalho na Amazônia"; aprovação do projeto "Guia de fontes sobre a história do ensino público, em Belém do Pará, no Século XX: da instrução primária ao ensino fundamental" -CED/UFPA; organização do livro "políticas públicas educacionais ; orientação de trabalho de conclusão de Curso -TCC e monografia. Organização da IX Jornada Nacional do HISTEDBR, intitulada, "O nacional e o local em história da Educação"; Participação do Comitê científico da IX Jornada do HISTEDBR; organização da coletânea sobre História da Educação na Amazônia; organização da coletânea de conferências da IX Jornada do HISTEDBR; e membro da comissão editorial da revista on line do HISTEDBR.
Site: htpp:www.ufpa.br

Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação na Região Amazônica - GEPHEAM
Instituição: UFAM
Coordenador(a): Maria das Graças Sá Peixoto Pinheiro
Objetivos: O Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação na Região Amazônica - GEPHEAM possui uma perspectiva interdisciplinar e se constitui a partir da produção e socialização do conhecimento da história da educação do Amazonas e da Região Amazônica. O GEPHEAM objetiva contribuir com o processo de construção e reconstrução da história da educação do Amazonas e da Região Amazônica, como também de promover o aprofundamento do debate teórico-metodológico da pesquisa histórica em educação.
Site:

Grupo de Estudos e Pesquisas em História e Educação - GEPHE
Instituição: UFPA
Coordenador(a): Clarice Nascimento de Melo
Objetivos: O Grupo de Estudos e Pesquisas em História e Educação foi criado com o intuito de agregar professores/as - pesquisadores/as que, além de produzir conhecimento na área, atendem à formação de novos pesquisadores em nível de graduação; contribui, portanto, para a ampliação do conhecimento sobre a história da educação da Amazônia.
Site:

Grupo de Estudos e Pesquisas em História, Educação, Sociedade e Política Educacional do Campo e da Floresta da Amazônia Paraense - HESPECF. (vinculado ao HISTEDBR - sessão Pará)
Instituição: UFPA
Coordenador(a): Neila da Silva Reis
Objetivos: Aprofundamento de estudos e pesquisas, que conduzam à iniciativas de forma que tragam impactos à Educação. Contribuir à escrita da História, Educação e sua política, do Campo e da Floresta Paraense, na perspectiva de apreender memórias de instituições escolares,política públicas,ofícios de professores e movimentos sociais. Nessa direção, cabe buscar apropriações culturais e pedagógica de sujeitos históricos no cenário desses espaços. Gerar produtos que possam participar em agendas socioeducativas, de desenvolvimento, lutas ecológicas e políticas, no sentido de que haja transformações nas políticas públicas atuais. Isto remete a um posicionamento em defesa de uma educação escolar embasada na formação, que tem a pesquisa, cultura

Publicações do GT