Entidades educacionais solicitam suspensão de votação da BNCC no CNE por falta de resposta a contribuições dadas em audiências

Entidades educacionais (Anfope, Anpae, ANPEd, Cedes e Forumdir) encaminharam nesta segunda-feira (4) ofício ao presidente da Comissão Bicameral da BNCC no CNE, Cesar Callegari, solicitando resposta a contribuições dadas em audiências públicas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A carta aponta que "essas entidades representam segmentos importantes de educadores/as e de pesquisadores/as  no campo da educação, que apresentam expectativas de verem consideradas as suas análises e propostas sobre a BNCC, salvaguardando o direito de opinar sobre as diretrizes da educação nacional e reivindicar o debate democrático como princípio de construção dos currículos escolares". Neste sentido, as entidades solicitam à Secretaria Executiva do Conselho Nacional de Educação suspensão da votação da BNCC, pautada para a reunião do Conselho Pleno do CNE para essa semana, a fim de que a matéria possa ser melhor discutida. 

Leia o ofício na íntegra ou clique aqui e acesse o documento em PDF 

Ao Sr. Cesar Callegari

Presidente da Comissão da BNCC

Conselho Nacional de Educação/CNE

Brasília/DF

Assunto: Solicitação de respostas às notas das entidades educacionais

Senhor Presidente,

As entidades educacionais, abaixo nominadas, vêm solicitar resposta sobre as Notas Públicas encaminhadas como contribuições fundamentadas e circunstanciadas ao debate sobre a terceira versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), por ocasião das diversas Audiências Públicas realizadas em cada região do país, entre julho a setembro do corrente ano.

Essas entidades representam segmentos importantes de educadores/as e de pesquisadores/as  no campo da educação, que apresentam expectativas de verem consideradas as suas análises e propostas sobre a BNCC, salvaguardando o direito de opinar sobre as diretrizes da educação nacional e reivindicar o debate democrático como princípio de construção dos currículos escolares. 

A representatividade dos coletivos levando em consideração as  limitações e incompletudes do processo de proposição e discussão da BNCC, atualmente em curso no CNE, e visando, assegurar  amplo diálogo democrático e pedagógico sobre a dinâmica curricular, o papel dos sistemas de ensino, das instituições educativas e de seus profissionais no escopo da BNCC, bem como, sua articulação com a melhoria da Educação Básica,  solicitam que a Comissão Bicameral do CNE aprofunde o debate, dê retorno a manifestação das entidades, apresente e discuta o parecer e a minuta em audiência pública. 

Diante do exposto, as entidades educacionais  solicitam que a votação da BNCC, pautada para a reunião do Conselho Pleno do CNE para essa semana, seja suspensa e que a matéria possa ser melhor discutida. Ao mesmo tempo, reafirmam a necessidade de receberem respostas do CNE sobre as notas encaminhadas visando contribuir com uma concepção curricular inclusiva, plural e emancipatória, que contribua para a garantia do direito à educação pública, gratuita, laica, democrática, inclusiva e de qualidade socialmente referenciada. 

Atenciosamente,

ANFOPE – Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação 

ANPAE – Associação Nacional de Política e Administração da Educação 

ANPEd – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação 

CEDES – Centro de Estudos Educação e Sociedade 

FORUMDIR – Fórum Nacional de Diretores de Faculdades, Centros de Educação e Equivalentes das Universidades Públicas Brasileiras

 

 

Leia Também

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Educação

Posicionamentos da ANPEd