SBPC manifesta indignação com assassinato de Marielle Franco e de Anderson Pedro Gomes

A SBPC divulga nota manifestando “pesar e indignação” com o assassinato brutal da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, e seu motorista, Anderson Pedro Gomes, na noite de 14 de março, na capital carioca. A manifestação partiu da iniciativa da Secretaria Regional da SBPC no Rio de Janeiro (SBPC-RJ).

No documento, a SBPC ressalta a força e determinação de Marielle na luta pela justiça social em sua cidade e exige uma investigação minuciosa e transparente para apurar o crime hediondo. “Trata-se de um atentado às liberdades civis no País. O exemplo de luta de Marielle pela cidadania e pela democracia é o legado que o Rio de Janeiro e o Brasil necessitam nutrir e fazer florescer. Sua semente está plantada”, afirma a entidade.

Leia a nota abaixo:

NOTA PÚBLICA

A SBPC manifesta seu pesar e indignação com o assassinato de Marielle Franco e de Anderson Pedro Gomes, que foram executados de forma brutal na noite de 14 de março no Rio de Janeiro. Marielle era uma mulher forte e determinada em sua luta pela justiça social em sua cidade. Sua atuação em prol dos direitos humanos, das minorias e da educação inspirou milhares de pessoas que a elegeram como vereadora. 

A SBPC exige a apuração e a punição desse crime hediondo, com uma investigação minuciosa e transparente. Trata-se de um atentado às liberdades civis no País. O exemplo de luta de Marielle pela cidadania e pela democracia é o legado que o Rio de Janeiro e o Brasil necessitam nutrir e fazer florescer. Sua semente está plantada.  

Em um momento em que assistimos a tantos retrocessos sociais e democráticos no País, precisamos mais do que nunca valorizar e celebrar aqueles que não se calam e não deixam de lutar por igualdade e justiça. 

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC

Leia Também

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd