Espaço Cinema – 37ª Reunião Nacional contará com três mostras que apostam no diálogo entre educação e audiovisual

A programação da 37ª Reunião Nacional, que acontece entre os dias 4 e 8 de outubro na UFSC em Florianópolis, contará com um atividades que apostam no diálogo entre audiovisual e educação. Ao todo serão três mostras paralelas: Curta ANPEd – Mostra Nacional de Filmes de Pesquisa, VIII Mostra de videodocumentários Trabalho-Educação e o 9º Ciclo de Cinema ANPEd / Clacso 2015, sendo este último realizado em parceria com o Conselho Latinoamericano de Ciências Sociais.

Em sua oitava edição neste ano, a Mostra de videodocumentários Trabalho-Educação é organizada pelo GT 9 desde 2007. Segundo Domingos Leite Lima Filho, ” A mostra, ao longo desses anos, tem sido um espaço importante que nos tem permitido aprofundar a percepção e o debate sobre a produção da existência humana no mundo atual, mediante o reconhecimento das potencialidades da linguagem audiovisual”, analisa o professor e membro do GT 9 da ANPEd.

Curta Anped Verm

Já o Curta ANPEd, em sua primeira edição, tem como intuito estimular a reflexão conjunta entre interessados no uso das imagens e sons no processo de produção de pesquisas e conhecimentos. “Num mundo essencialmente imagético, a ANPEd inaugura uma frente importantíssima. Prestigiemos a mostra. Aguardamos as inscrições de todos”, convida Adriana Hoffmann, do GT 16 (Educação e Comunicação). Segundo secretário da ANPEd e também integrante da comissão da Curta ANPEd, Paulo Carrano considera que a proposta “nasce para agregar associados da ANPED, da área de Educação e também de outras áreas das Ciências Humanas e Sociais, motivados em compartilhar seus filmes de pesquisa e dialogar sobre seus processos de produção de conhecimentos, metodologias e resultados expressos na forma de documentos de imagem-som”.

• Confira ao final as entrevistas completas com Paulo Carrano, Adriana Hoffmann (Curta ANPEd) e Domingos Leite Lima Filho (VIII Mostra de videodocumentários Trabalho-Educação).

As três atividades têm sessões gratuitas. A VIII Mostra de videodocumentários Trabalho-Educação e o Curta ANPEd têm edital unificado, aberto a todos os associados, com inscrições entre os dias 22 de abril e 25 de maio

  • Clique aqui para acessar o edital unificado para o Curta ANPEd e para a VIII Mostra de videodocumentários Trabalho-Educação

Ao longo dos últimos anos nota-se o crescente investimento de pesquisadores da área de educação pelas potencialidades do audiovisual, tanto na comunicação de resultados de pesquisa quanto na experimentação de linguagens.

——————————————————————————————————–
Curta ANPEd – Mostra Nacional de Filmes de Pesquisa
-5 e 6 de outubro de 2015, das 18h às 20h. Local a definir.

VIII Mostra de videodocumentários Trabalho-Educação
-5 e 6 de outubro de 2015, das 10h às 13h, na sala do GT 09.

9º Ciclo de Cinema ANPEd / Clacso 2015
– data e horário a definir.

edital unificado: http://37reuniao.anped.org.br/espaco-cinema/

——————————————————————————————————–

Principais prazos

– 22 de Abril a 25 de Maio de 2015 – Período de inscrição dos vídeos

– 06 de Julho – Divulgação dos vídeos selecionados para exibição na 37ª Reunião Nacional e Portal da ANPEd

– 27 de Julho – Data limite para pagamento da inscrição do autor na 37ª Reunião

– 30 de Agosto – Data limite para a postagem dos DVDs do filmes selecionados com cópia em melhor resolução para exibição na 37ª Reunião Nacional
——————————————————————————————————-

ENTREVISTAS

MOSTRA CURTA ANPED

Paulo Carrano (diretoria ANPEd)

A Mostra Curta ANPEd nasce para agregar associados da ANPED, da área de Educação e também de outras áreas das Ciências Humanas e Sociais, motivados em compartilhar seus filmes de pesquisa e dialogar sobre seus processos de produção de conhecimentos, metodologias e resultados expressos na forma de documentos de imagem-som. Percebemos ao longo dos anos o crescimento do interesse e o investimento de pesquisadores e grupos nas ferramentas e linguagens do audiovisual. Nem sempre, contudo, encontramos um espaço não competitivo em que se possa dialogar sobre os esforços e avanços nesta área que ainda é pouco valorizada e apoiada no âmbito do sistema de pesquisa e pós-graduação. A Mostra Curta ANPEd se apresenta também como um fórum de discussão que pode se permitir pensar os desafios que precisamos enfrentar para que os documentos de imagem e som se constituam em produtos significativos e adequadamente valorizados no campo acadêmico-científico.

A Curta ANPEd assumirá um caráter bastante aberto frente aos critérios de seleção dos filmes que serão exibidos na 37a Reunião Nacional que realizaremos em Florianópolis em outubro deste ano. Poderão se inscrever e ser selecionados para exibição filmes documentários, filmes experimentais, obras de ficção, videoartes, dentre outras estilos de produção que evidenciam contextos de investigação e/ou questões teórico-metodológicas na área da educação e ou ciências sociais. Os filmes de pesquisa são importantes aliados no processo de produção de conhecimento. Uma de suas potencialidades mais imediatas e abrangentes é a de disseminar descobertas de pesquisa para públicos amplos. Além disso, o próprio filme é ele também, enquanto material de observação do real tratado analiticamente e editado, uma expressiva forma de representar as múltiplas realidades observadas em nossos diferentes contextos de investigação. Neste sentido, a Mostra Curta ANPEd vem para ampliar os múltiplos espaços de interlocução e diálogo sobre a produção do conhecimento já existentes em nossas reuniões nacionais da ANPEd.

Paulo Carrano é Segundo Secretário da ANPEd, professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFF, e integra a comissão de seleção da Mostra Curta ANPEd juntamente com as professoras Adriana Hoffman e Conceição Soares.

Adriana Hoffman (GT 16 – EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO)

– Qual a importância da organização dessa mostra dentro da ANPEd a partir da concepção de educação do seu GT?

A importância dessa mostra é propor mais um espaço de exibição e debate de filmes mas agora com o foco específico da pesquisa. O GT 16 historicamente vem trabalhando nas interfaces entre Educação e Comunicação e o pensar com as imagens audiovisuais no contexto da pesquisa sempre fez parte das reflexões do GT. Sempre temos trabalhos de pesquisa falando do audiovisual da TV ou do cinema como também do papel do registro fílmico para pensar sobre como fazemos e usamos as imagens nos contextos da educação, da comunicação e da pesquisa. A mostra abre mais uma possibilidade desse pensar com as imagens na pesquisa tão importante para o nosso GT e o desenvolvimento já tão comprometido de todos os pesquisadores do GT 16 que lidam com as imagens dentro da ANPEd.

– Qual a expectativa para a produção de conteúdo a ser inscrita e para o evento deste ano?

A expectativa é grande mas por ser a primeira mostra pode ser que tenhamos número de inscritos menor do que o esperado. Mesmo tendo muitas pessoas fazendo pesquisa com imagens essa é uma iniciativa nova que tem tudo para crescer cada vez mais a cada edição. Que essa seja a primeira de muitas mostras e que esse espaço de exibição de pesquisa com imagens possa consolidar-se por meio de eventos da qualidade com que esse está sendo pensado. O fato de termos vários GTs envolvidos na organização já aponta o quanto esse pesquisar com imagens já é algo que se amplia e pode ser cada vez maior entre os vários GTs da ANPEd. Num mundo essencialmente imagético, a ANPEd inaugura uma frente importantíssima. Prestigiemos a mostra. Aguardamos as inscrições de todos!

VIII MOSTRA TRABALHO-EDUCAÇÃO

Domingos Leite Lima Filho (GT-09)

– Qual a importância da organização dessa mostra, em sua oitava edição, dentro da ANPEd a partir da concepção de educação do seu GT?

Iniciamos esta experiência no GT Trabalho e Educação (GT-9) no ano de 2007. A mostra, ao longo desses anos, tem sido um espaço importante que nos tem permitido aprofundar a percepção e o debate sobre a produção da existência humana no mundo atual, mediante o reconhecimento das potencialidades da linguagem audiovisual. A análise dos videodocumentários constitui aporte analítico que se destaca, pois a mente humana, o ser social, trabalha com múltiplos registros e formas na busca da apreensão da emoção, da beleza, da ética, da arte, do trabalho, da política e de seus sentidos e significados.

– Qual a expectativa para este ano?

Nossa expectativa é que, como nas edições anteriores, a VIII Mostra de videodocumentários seja um espaço de destaque para o fortalecimento da Reunião Nacional da ANPEd e da área de conhecimento Trabalho e Educação, contribuindo para a produção acadêmico-científica e o debate qualificado. É importante destacar também que o Espaço Cinema na RA da ANPEd vem se fortalecendo ano a ano e que na 37a. RA (2015) teremos também, além da VIII Mostra de vídeodocumentários Trabalho-Educação, a primeira edição da CURTA ANPEd – Mostra nacional de filmes de pesquisa. Esperamos que os eventos recebam quantidade expressiva de produções e assistência, principalmente a realizada por estudantes e pesquisadores.

Pular para o conteúdo