Reunião sobre Base Curricular Comum Nacional durante o Epenn 2014

Foi realizada a Sessão de Debates sobre a Base Curricular Comum Nacional durante o EPEEN – Encontro de Pesquisa Educacional do Norte Nordeste, vinculado à ANPEd, em outubro 2014. Concorrida e valorizada pela Coordenação do Evento desde a proposição até o discurso de encerramento, a atividade contou na mesa com a presença das professoras Maria Zuleide Pereira e Rita de Cássia Porto, ambas da UFPB.

Roberto Sidnei Macedo, coordenador do GT de Currículo da ANPEd, espera que os debates e direcionamentos sobre a Base Comum Nacional tenham a presença assegurada dos professores e que sua formação esteja imbricada à essa possível construção. Outro objetivo é que as discussões se ampliem em níveis intercríticos com as diversas instituições implicadas e com os segmentos sociais que se apresentem como protagonistas das questões e das políticas curriculares do país e que fique explícito com que concepção de currículo a BCN será pensada.

Segundo o coordenador do GT 12, o intuito é acolher, mas problematizar e complementar a ideia-chave das políticas públicas de governo pautadas no “Direito à aprendizagem e ao Desenvolvimento”, assim como evitar que as discussões da BCN se pautem na ideia de “currículo mínimo”, bem como vislumbrem como um parâmetro perspectivas reduzidas às avaliações em larga escala para alunos e professores. “Que sua concepção em debate seja mediada por percepções da educação ‘para todas as pessoas’ a partir de um currículo pró-heterogeneidade. Que vincule seus possíveis direcionamentos às condições qualificadas do trabalho com o currículo”, aponta Roberta Sidnei Macedo.

Pular para o conteúdo