Live ANPEd desta quarta (23) celebra os 40 anos do GT 07, de Educação de crianças de 0 a 6 anos

A Live ANPEd desta quarta (23) celebra os 40 anos do GT 07, de Educação de Crianças de 0 a 6 anos, relembrando a história e memórias da trajetória de defesa deste importante campo educacional. O encontro virtual terá como convidadas Ana Lúcia Goulart de Faria (Unicamp), Sonia Kramer (PUC-Rio) e Maria Malta Campos (Fundação Carlos Chagas), com mediação de Romilson Martins Siqueira (PUC-Goiás), vice-coordenador do GT 07.

O projeto da Associação integra as Quartas da Educação, junto a outras importantes entidades da área. A transmissão acontece pelo Youtube e Facebook da ANPEd Nacional.

Sobre as convidadas:

Ana Lúcia Goulart de Faria 

Criancista, criançóloga, anti-fascista, marxista, feminista. Paulistana desvairada, pedagoga, professora permanente colaboradora aposentada da Faculdade de Educação da Unicamp. Coordenadora da linha Culturas Infantis do Gepedisc. Membro do grupo gestor do Fórum Paulista de Educação Infantil. Ex-membro do Conselho Municipal de Educação de Campinas. Atua nas áreas de Pedagogia e Formação Docente, quase exclusivamente na primeira etapa da educação básica, na Educação Infantil, em creches e pré-escolas; na Pedagogia da infância com abordagem nas Ciências Sociais. Destaque para a pequena infância e relações de gênero, classe social, relações étnico-raciais (negros/as, povos originários), parque infantil, Sociologia da Infância, culturas infantis. Foi membro do Colegiado Docente de Doutorado da Università degli Studi di Milano-Bicocca (2010-2018).  Desenvolve 3 projetos de pesquisa sempre na intersecção de idade, gênero, classe social, relações étnico-raciais no Brasil, na Itália (com a Università degli Studi Milano Bicocca) e na Suécia.

Maria Machado Malta Campos

Possui graduação em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1961) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1982). Realizou estágios de pós-doutorado na Universidade de Stanford e na Universidade de Londres. É Pesquisadora Sênior do Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas, professora aposentada do Programa de Pós-graduação em Educação - Currículo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e presidente da diretoria colegiada da ONG - Ação Educativa. Foi presidente da ANPEd - Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação. Participou do Comitê Assessor de Educação do CNPQ, do Conselho Técnico Científico da Educação Básica da CAPES e atuou como sua representante no Conselho Superior da CAPES. Tem experiência na área de Educação Básica, atuando principalmente nos seguintes temas: educação infantil, creche, qualidade da educação e política educacional.

Sonia Kramer

Professora Titular do Departamento de Educação da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro/PUC-Rio, onde coordena o Curso de Especialização em Educação Infantil, o Grupo de Pesquisa Infância, Formação e Cultura/INFOC e o “Núcleo Viver com Yiddish: pesquisas, cursos, projetos culturais”. Realiza trabalhos de ensino, pesquisa, extensão e tem publicações relacionadas a: Educação Infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental; Infância, Formação e Histórias de Professores; Políticas Públicas; Linguagem, Leitura/Escrita e Literatura; Língua e Cultura Yiddish. Nesse momento, desenvolve os projetos “Infâncias, culturas e comunidades: rememorar, cuidar, ensinar e educar como resistência” e "Aprender e ensinar Yiddish como resistência e experiência identitária". Principais autores de estudo e reflexão: Walter Benjamin, Mikhail Bakhtin, Leandro Konder, Hilton Japiassu.

Leia Também