Nota de pesar pelo falecimento do professor Paulo Sgarbi (UERJ) | GT 12

O Professor Paulo Sgarbi, colega querido por todos no tempo que frequentou nosso GT, partiu na manhã desta quinta (21). Era um colega, amigo-irmão, especial desde há muito. Era companheiro de todas as horas, como relembra a colega Inês Barbosa, nas ANPEds de Caxambu, onde aprendíamos juntos, aprendíamos uns com os outros e, é claro, tomávamos muitas cervejas, na piscina do Glória ou em outros espaços. 
Com seu jeito atento e instigante, nos fazia rir e pensar de forma inusitada. Suas histórias e causos tornavam épicas as aventuras dos cotidianos, perturbavam as ideias sobre avaliação e alimentavam boas conversas com os currículos.
Professorou com excelência e generosidade no Colégio de Aplicação e depois na Faculdade de Educação da UERJ por quase 40 anos, e nesse percurso muito ensinou, formando muita gente e ainda construiu uma linda Gibiteca que deixa como legado à Faculdade. 
Foi aluno de mestrado e de doutorado da nossa decana querida, Nilda Alves, e depois se juntou à linha de pesquisa de Cotidianos do Proped/UERJ como docente. Orientou graduandos, mestrandos e doutorandos que hoje estão na ANPEd, usando muito do que aprenderam com ele ou seguiram outros rumos, levando certamente aquilo que ele ensinou. 
A tristeza pela perda é unânime, não só na Faculdade de Educação, mas em muitos outros setores da UERJ, nos quais atuou sempre com competência, seriedade e solidariedade, incluindo o GT Currículo.
Ele partiu, mas deixa este legado de amorosidade e conhecimento como marca em todos nós, que tivemos o privilégio de conviver com ele. Com o abraço afetuoso que recebíamos dele pelos braços ou palavras, acolhemos sua presença que sempre será lembrada por nós.
Paulo Sgarbi, presente!
 
GT 12 - Currículo

Leia Também