Sobre o GT de Ciências Sociais e Humanas na CONEP

Sobre o GT de Ciências Sociais e Humanas na CONEP

No Brasil, a revisão ética das pesquisas com seres humanos tem sido conduzida no âmbito da área da Saúde.

Nos últimos anos, diversas Associações e entidades de pesquisa da área de Ciências Humanas e Sociais têm apresentado um posicionamento de oposição à forma pelas qual os projetos de pesquisa dessas áreas têm sido examinados pelo Sistema da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), criado pela Resolução nº 196/1996, do Conselho Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde.

A ABA- Associação Brasileira de Antropologia foi uma das associações que propôs, em 2011, a proposta de que a Resolução 196/1996 ficasse restrita apenas para o controle das pesquisas biomédicas e indicou a disposição de elaborar uma regulamentação específica, fora da área da Saúde.

Em 2012, o Conselho Nacional de Saúde aprovou a Resolução 466/2012 e criou o sistema CEP/Conep e a Plataforma Brasil, que se constitui em uma base nacional e unificada de registros de pesquisas envolvendo seres humanos para todo o sistema CEP/Conep.

A partir da articulação da articulação das Associações e Sociedades Científicas da área de Ciências Humanas, em agosto de 2013, na sede da CONEP em Brasília, foi realizada a primeira reunião de um GT visando a elaboração de uma “resolução complementar” à Resolução 466/12, referente à pesquisa nas áreas de Ciências Sociais e Humanas.

Segundo Luiz Fernando Dias Duarte, coordenador do Grupo de Trabalho ampliado de Ética em Pesquisa nas Ciências Humanas e Sociais – do Fórum de Associações das Ciências Humanas e Sociais, participaram dessa reunião diversos membros e assessores da CONEP, os representantes indicados pela ABA, pela ANPEPP e pela ABEPSS (as três associações que haviam participado das discussões sobre a necessidade de elaboração de uma regulamentação específica, no ano de 2012, e que foram convidadas para esta reunião).

Os representantes das associações convidadas apresentaram ao plenário o posicionamento definido no âmbito do Fórum de Associações das Ciências Humanas e Sociais e aprovada na assembleia realizada em Recife, durante a SBPC: a constituição de um sistema alternativo de avaliação da ética em pesquisa nas ciências humanas fora do Ministério da Saúde.

Após discussões e ponderações, os representantes das Associações e Entidades representadas, acatou-se a ideia de elaborar uma resolução complementar à Resolução 466/2012, de forma a atender as especificidades das áreas de Ciências Humanas e Sociais. Nessa reunião de agosto de 2013 foi elaborada uma agenda de reuniões a serem coordenadas por Iara Coelho Zito Guerriero, membro da CONEP e também representante da ANPEPP.

No dia 17 de fevereiro de 2014 foi realizada a 8ª reunião do GT. Até aquele momento, a decisão do GT foi a elaboração de uma Resolução Complementar e de um formulário próprio para atender as características da pesquisa de Ciências Sociais e Humanas e um guia de orientações.
Após a finalização dos trabalhos, do GT, a ideia é que as produções do GT sejam discutidas no âmbito das associações e sociedades que integram o GT. Após a finalização dos trabalhos, as produções do GT serão encaminhadas para o Conselho Nacional de Saúde que deverá disponibilizar em consulta pública.

A Anped é representada nesse GT pelos professores Jefferson Mainardes (atual coordenador do FORPRED) e Antônio Carlos Rodrigues Amorim, da diretoria da ANPEd (suplente).

Para enviar sugestões ou informações, enviar email para: jefferson.m@uol.com.br

Leia Também

Institucional

Ética na Pesquisa

Educação

Ética na Pesquisa

Institucional

Educação

Ética na Pesquisa

Posicionamentos da ANPEd

Ética na Pesquisa

Educação

Ética na Pesquisa

Institucional

Ética na Pesquisa

Ética na Pesquisa