Comunicado da Associação Portuguesa de Sociologia sobre recentes ataques à universidade brasileira

COMUNICADO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE SOCIOLOGIA SOBRE OS RECENTES ATAQUES À UNIVERSIDADE BRASILEIRA - acesse em PDF

Sabemos que o Brasil vive um momento de profunda regressão social e institucional, com a perda de direitos e o ataque feroz às liberdades cidadãs, sob a égide de um governo corrupto e ilegítimo.

Contudo, nunca imaginaríamos que as Universidades, bastiões da liberdade de pensamento e de pesquisa, fossem igualmente assoladas por esta vaga antidemocrática.

Em pouco menos de um ano quatro Universidades Federais (UFMG, UFRGS, UFSC e UFPR) sofreram operações policiais, com forte aparato bélico e mediático, sob o pretexto de averiguações fiscais. Em alguns casos, os reitores, mesmo não tendo qualquer responsabilidade nos assuntos em averiguação, foram detidos e humilhados publicamente. Percebe-se a intenção destes raides punitivos: colocar o pensamento crítico sob ameaça.

A APS envia a todas/os as/os colegas brasileiras/os, um abraço de solidariedade, apelando à sua coragem resistência e união.

Lisboa, 13 de dezembro de 2017

A Direcção da Associação Portuguesa de Sociologia

João Teixeira Lopes Presidente

 

Leia Também

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Institucional

Educação

Educação

Posicionamentos da ANPEd

Educação