Comunicado da Associação Portuguesa de Sociologia sobre recentes ataques à universidade brasileira

COMUNICADO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE SOCIOLOGIA SOBRE OS RECENTES ATAQUES À UNIVERSIDADE BRASILEIRA - acesse em PDF

Sabemos que o Brasil vive um momento de profunda regressão social e institucional, com a perda de direitos e o ataque feroz às liberdades cidadãs, sob a égide de um governo corrupto e ilegítimo.

Contudo, nunca imaginaríamos que as Universidades, bastiões da liberdade de pensamento e de pesquisa, fossem igualmente assoladas por esta vaga antidemocrática.

Em pouco menos de um ano quatro Universidades Federais (UFMG, UFRGS, UFSC e UFPR) sofreram operações policiais, com forte aparato bélico e mediático, sob o pretexto de averiguações fiscais. Em alguns casos, os reitores, mesmo não tendo qualquer responsabilidade nos assuntos em averiguação, foram detidos e humilhados publicamente. Percebe-se a intenção destes raides punitivos: colocar o pensamento crítico sob ameaça.

A APS envia a todas/os as/os colegas brasileiras/os, um abraço de solidariedade, apelando à sua coragem resistência e união.

Lisboa, 13 de dezembro de 2017

A Direcção da Associação Portuguesa de Sociologia

João Teixeira Lopes Presidente

 

Leia Também