ANPEd presente na Macha Virtual pela Ciência | 7 de maio (quinta)

A ANPEd estará presente nesta quinta-feira, 7 de maio, na Marcha (Virtual) pela Ciência, promovida pela Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência (SBPC). Em live em nosso perfil no Instagram, acompanhe a partir de 9h40 uma conversa com o Luciano Mendes de Faria Filho (UFMG), secretário regional da sociedade em Minas Gerais.

Ações nas redes

A SBPC disponibiliza ferramenta para cada participante marcar presença de todo o país na marcha virtual, usando avatares nas redes sociais. Pelo Twitter, a ideia é chamar a atenção para a luta que já dura anos por recursos adequados para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, e para a saúde e educação no País, além da abordagem dos temas centrais da Marcha (PaCTo pela vida; Educação, Saúde e Democracia; Ciência é investimento essencial; Fique em Casa com a Ciência). Em dois momentos no dia 7 de maio, de 12h às 12h30 e das 18h às 18h30, serão promovidos tuitaços com  as seguintes hashtags:

#paCTopelavida       #fiquememcasacomaciencia

Em cada localidade, instituição ou região, os organizadores promovem lives, painéis temáticos, palestras, entrevistas, exibições culturais e de documentários (confira a programação da SBPC Minas

Clique aqui e acesse a programação geral da Marcha (Virtual) pela Ciência.

A Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação ainda participa da mobilização enviando e incentivando nossos associados a mandarem depoimentos em vídeo ou texto. Confira depoimento da presidente da ANPEd, Geovana Lunardi:

Sobre a Marcha (Virtual) pela Ciência

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), junto a suas Secretarias Regionais e Sociedades Científicas Afiliadas, somam forças a entidades de todo o País ligadas à CT&I para a realização da Marcha Virtual pela Ciência no Brasil no dia 07 de maio. Com atividades transmitidas pelas redes sociais ao longo do dia, o objetivo da manifestação é chamar a atenção para a importância da ciência no enfrentamento da pandemia de covid-19 e de suas implicações sociais, econômicas e para a saúde das pessoas.

Os cortes paulatinos e cada vez mais agudos no orçamento da área da ciência e tecnologia, assim com na educação e na saúde, impõem um desafio ainda maior nessa corrida por respostas aos impactos devastadores da disseminação do coronavírus. Laboratórios sucateados, bolsas cortadas, redução de insumos, agravados pela campanha de desvalorização do conhecimento científico, tornam o trabalho de pesquisadores no País uma tarefa hercúlea. Ainda assim, cientistas brasileiros se destacam pela qualidade dos estudos desenvolvidos no País e pela intensa campanha de conscientização social sobre cuidados e proteção contra o novo vírus, além de debater medidas econômicas para o enfrentamento da crise. Os profissionais de saúde, na linha de frente do enfrentamento da pandemia, padecem de muitas dificuldades, inclusive de segurança pessoal, e se defrontam com a falta de recursos materiais e humanos.

A Marcha Virtual pela Ciência visa reforçar essa luta que já dura anos por recursos adequados para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, e para a saúde e educação no País, e reiterar os termos do PACTO PELA VIDA E PELO BRASIL, publicado em 7 de abril. O documento, elaborado pela CNBB, OAB, Comissão Arns, ABC, ABI e SBPC e que ganhou apoio de mais de uma centena instituições e associações, pede união de toda a sociedade, solidariedade e conduta ética e transparente do governo, tomando por base as orientações da ciência e dos organismos nacionais e internacionais de saúde pública no enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Entre as atividades da manifestação, a SBPC e as entidades que organizam a Marcha realizarão dois painéis de debates no dia 7 de maio – um dedicado à pandemia da covid-19 e o outro abordando o financiamento da ciência brasileira. As Secretarias Regionais da SBPC, juntamente a entidades e instituições científicas locais,  também promoverão atividades direcionadas às suas regiões de abrangência.

 

Leia Também