Depoimentos de expectativa de coordenadores de GTs para a 39ª Reunião Nacional da ANPEd

Confira depoimentos de expectativa de coordenadores de Grupos de Trabalho da ANPEd para a 39ª Reunião Nacional, que ocorrerá entre os dias 20 e 24 de outubro na UFF, em Niterói.

 

Theresa Adrião (Unicamp) - GT 5 (Estado e Política Educacional)

"Esta nossa 39ª Reunião da ANPEd será fundamental e histórica, tanto porque estarmos juntos e juntas (pesquisadores e pesquisadoras, estudantes e docentes de todo o Brasil) nos fortalecerá e nos animará em nossas tarefas e responsabilidades, seja  porque em uma conjuntura na qual a pesquisa, a Universidade, a pós-graduação, enfim a ciência, nosso campo de atuação, é atacado pelo governo federal, especialmente pelo Ministro da Educação, fortalecer uma Reunião como a da ANPEd torna-se uma importante estratégia  de resistência. No caso específico das atividades nas quais o GT5 está envolvido, destaco a discussão sobre as consequências da EC-95 percebidas diretamente nos cortes das bolsas e financiamentos de pesquisa pelo CNPq e Capes, os trabalhos que discutem políticas para a educação básica, como a BNCC e os sistemas de avaliação, a agenda conservadora do "Movimento Escola Sem Partido" e formas de privatização da educação, além do minicurso sobre o CAQi."

 

  

Valdete Côco (UFES) e Raquel Salgado (UFMT)  - GT 07 (Educação de Crianças de 0 a 6 anos)

"A Reunião Nacional congrega a comunidade acadêmica pertencente à Pós-Graduação e à Pesquisa em Educação, representantes governamentais e de segmentos da sociedade civil organizada e demais interessados, fazendo encontrar estudiosos de diferentes nacionalidades, vinculações institucionais, experiências e interesses temáticos. Na próxima reunião, toma destaque o tema da Educação, no seu compromisso com a justiça social e a democracia. O Grupo de Trabalho (GT) 07: Educação de Crianças de 0 a 6 anos integra a Reunião com um repertório ampliado de atividades, contando com convidados, colaboradores e participantes inscritos. Compõe as Sessões Especiais, contribuindo no debate de questões ligadas à infância, ao direito à educação, aos processos de inclusão e à avaliação. Apresenta a I Mostra de Vídeos voltados à Formação de Professoras/es de Crianças de 0 a 6 anos em Creches e Pré-Escolas. Nas atividades próprias do GT, apresenta trabalho encomendado articulando a abordagem das políticas e ações de formação à educação estética na Educação Infantil, oferece minicurso sobre avaliação e reúne apresentação de resultados de estudos e pesquisas (na modalidade de apresentação de trabalhos e de pôsteres), contribuindo no debate atinente à atenção às crianças, aos processos e aos contextos de institucionalização, ao desenvolvimento da docência, à constituição do trabalho educativo e muitas outras questões implicadas com a garantia do direito à educação das crianças pequenas. Também dedica um espaço de homenagem a colegas pesquisadores que nutrem, com seu legado, a Educação Infantil. No convite a vivificar reflexões, análises e solidariedades, renovando as energias da pesquisa educacional brasileira, no seu compromisso com os desafios do tempo presente, convidamos a todas/os à participação na 39ª Reunião Nacional da ANPEd - Educação Pública e Pesquisa: ataques, lutas e resistências, incluindo a presença nas atividades do Grupo de Trabalho 07: Educação de Crianças de 0 a 6 anos."

 

Márcia de Souza Hobold (UFSC) - GT 08 (Formação de Professores)

"A expectativa para a 39ª Reunião Nacional da ANPEd é grande. Trabalhamos coletivamente, no âmbito do GT 08 - Formação de Professores, em diálogo com os outros Grupos de Trabalho e a Diretoria, para que possamos realizar uma reunião intensa e com discussões importantes para o campo da formação de professores, principalmente diante do atual cenário de ataques à Educação. Teremos a apresentação de importantes temáticas nos trabalhos e nos pôsteres dos pesquisadores que estarão presentes, três sessões especiais que foram organizadas entre o GT 08 e outros Grupos de Trabalho, dois trabalhos encomendados que discutirão as pesquisas sobre políticas de formação de professores e painéis que contemplarão a discussão de pesquisadores com expertise nas temáticas propostas. O eixo central de discussão de nosso GT 08 é políticas de formação de professores. Em síntese, temos trabalhado com dedicação e responsabilidade coletiva para que seja uma reunião que agregue boas aprendizagens e um diálogo crítico entre nós pesquisadores. Mais do que nunca, precisamos de espaços formativos e contributivos como este da ANPEd, nossa Associação."

 

Dante Henrique Moura (IFRN) - GT 09 (Trabalho e Educação)

"Neste ano nossa reunião acontecerá em um momento crucial para a sociedade brasileira: o fortalecimento da resistência visando organizar a contra ofensiva social aos ataques do atual (des)governo nacional contra a sociedade em geral e, em particular, contra a educação, a ciência, a pesquisa e a pós-graduação e, em consequência, contra o desenvolvimento soberano e verdadeiramente inclusivo do nosso país. Nesse sentido, o professor Gaudêncio Frigotto/UERJ apresentará o trabalho encomendado intitulado “Recrudescimento do conservadorismo a nível mundial: análise a partir do materialismo histórico-dialético”, os professores Paolo Nosella/UFSCAR e Marise Ramos/UERJ e EPSJV ministrarão o minicurso “O princípio educativo do trabalho na formação humana”; a professora Chiara Meta/Universidade de Roma participará da roda de conversa “Gramsci e a educação”; a professora Maria Ciavatta/UFF coordenará a roda de conversa “História e Historiografia em Trabalho-Educação”; o professor Ramon Oliveira/UFPE coordenará a “X Mostra de Videodocumentários Trabalho-Educação”; serão apresentadas 24 comunicações orais e 9 pôsteres por pesquisadores e pesquisadoras de todo o país."

 

Marco Barzano (UEFS) - GT 22 (Educação Ambiental)

"Em agosto de 2018 a diretoria da ANPEd se reuniu com coordenadores(as) de GT para organizarmos a 39a Reunião Nacional. Escolhemos o tema: “Educação Pública e Pesquisa: ataques, lutas e resistências” e não imaginávamos que em menos de um ano esse tema seria tão atual. Em nove meses o Brasil e, em especial, a Educação Pública e a pesquisa brasileira estão sofrendo grandes ataques que, para mantermos a esperança, será necessário lutas e resistência constantes, conforme já estamos fazendo no nosso cotidiano de trabalho e nas ruas. A  programação está instigante, com várias atividades importantes para nossa reflexão e sistematização daquilo que temos feito e do que podemos continuar fazendo sem deixarmos de perder a esperança."

 

 

 

Fernando Seffner (UFRGS) - GT 23 (Gênero, Sexualidade e Educação)

"O GT 23 lida com as conexões entre gênero, sexualidade e educação. Esse campo de estudos é antigo e cresceu muito na última década, tanto em número de pesquisadores quanto em subtemas e tópicos de análise. Ao mesmo tempo as questões de gênero e sexualidade permeiam inúmeros debates e propostas políticas na sociedade, dando margem inclusive a situações de pânico moral, o que ocorre com a estratégia chamada de ideologia de gênero. Essa combinação de elementos desenhou as ações do GT que vão acontecer na 39ª Reunião Nacional. Por um lado, o texto encomendado recupera a trajetória de estudos do GT desde sua criação, em 2003, articulando pesquisadoras e pesquisadores do tema no campo da Educação que até aquele momento estavam dispersos. O texto encomendado foi escrito por seis colegas pesquisadoras, que acompanham o GT desde sua fundação, e tem sólidas pesquisas envolvendo recortes nesse campo. Nele se lembram as principais lutas e os principais avanços conceituais no campo. Por outro lado, o minicurso, ofertado por colega também de longa trajetória no GT, se ocupa dos embates contemporâneos que envolvem gênero, sexualidade e educação, e que são assunto praticamente diário na grande imprensa e nos enfrentamentos em torno da cultura escolar. Para a reunião deste ano, o GT recebeu um recorde de inscrição de trabalhos, o que revela atenção acadêmica aos debates em curso. Foram selecionados 23 trabalhos, que se debruçam sobre temas que vão das questões em gênero e sexualidade no cotidiano escolar, nas culturas juvenis, nas legislações e decretos, e nos aspectos propriamente conceituais do campo. O GT 23 é ativo integrante da Ação Educação Democrática, e propôs também um painel sobre o tema, e um outro painel para discutir questões de gênero e sexualidade em conexão com as liberdades laicas e o estado laico. Esperamos um momento de muita reflexão e troca de experiências nessa 39ª Reunião Nacional, e que todos saiamos fortalecidos para seguir nas pesquisas e na luta por uma educação democrática, que inclua as questões em gênero e sexualidade na formação dos jovens."

 

Leia Também

Institucional

Entrevistas

Institucional

Institucional

Institucional

Educação

Institucional

Institucional

Entrevistas

Institucional